Bar Zanuzi não poderá mais ter mesas na calçada, diz prefeitura de Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Proibição28/01/2017 | 16h44Atualizada em 28/01/2017 | 16h44

Bar Zanuzi não poderá mais ter mesas na calçada, diz prefeitura de Caxias

Estabelecimento foi notificado na noite de sexta

Bar Zanuzi não poderá mais ter mesas na calçada, diz prefeitura de Caxias Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Proprietário do restaurante, Sílvio Zanuz diz que gostaria de dialogar com a prefeitura sobre a decisão  Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O bar e restaurante Zanuzi, localizado na Rua Alfredo Chaves, em Caxias do Sul, recebeu notificação da Secretaria Municipal do Urbanismo (SMU) na noite da sexta-feira. Um fiscal compareceu ao estabelecimento para avisar que, a partir deste sábado, a colocação de mesas e cadeiras na calçada será motivo para multa. De acordo com a titular da pasta municipal, Mirangela Rossi, a prefeitura recebeu uma denúncia sobre a situação do bar, que estaria atrapalhando a passagem de pedestres na Alfredo Chaves. 

— Existe uma liberação para uso da calçada por este tipo de estabelecimento, desde que se deixe 50% do espaço para passeio público. Porém, essa licença especial não é permitida no quadrilátero do Centro que inclui o endereço do Zanuzi — apontou a secretária, citando o artigo 135 da Lei Complementar de número 377 do município.

O proprietário do estabelecimento, Sílvio Zanuz, ficou desapontado com a decisão. Ele explicou que vem tentando dialogar sobre o assunto com a prefeitura e com a Câmara de Vereadores desde o ano passado, porém não houve avanços. O bar coloca mesas na calçada há cerca de sete anos.

— Entramos com pedido de mudança no Código de Posturas, mas acabou sendo arquivado. Gostaria que houvesse um diálogo, extinguir as mesas não é a solução — opinou ele.

Sem as mesas externas, Zanuz projeta uma queda de cerca de 40% no faturamento do restaurante, e acredita que a demissão de alguns funcionários será inevitável.

— É um retrocesso para a cidade, uma das poucas que não tem uma lei para regulamentar essa questão — diz.

Zenia Luchesi, 81 anos, mora num prédio vizinho ao Zanuzi e não se sente incomodada pela presença das mesas nas calçadas.

— Enquanto tem movimento aqui, a gente se sente mais seguro. A música é suave e o pessoal que frequenta é muito boa gente, não tenho reclamação — disse.

Além da notificação pelas mesas na calçada, o Zanuzi também recebeu outra notícia negativa na sexta: não poderá fechar a quadra da Alfredo Chaves, entre a Sinimbu e a Júlio de Castilhos, para a execução do carnaval — evento promovido pelo estabelecimento nos últimos três anos. Conforme o proprietário, havia pedidos para fechar a quadra nos dias 24 e 28 de fevereiro. Nenhum foi aceito.

— Não haveria nenhum investimento da prefeitura, precisávamos só da liberação para trancar a quadra, mas foi negado. Parece que querem tirar tudo (da cidade) a nível cultural — lamentou Zanuz.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros