Santas visitam comunidades da paróquia Santa Catarina, em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Religião12/11/2016 | 14h02Atualizada em 12/11/2016 | 14h02

Santas visitam comunidades da paróquia Santa Catarina, em Caxias do Sul

Festividades começaram na sexta-feira e prosseguem até o dia 27 de novembro

Santas visitam comunidades da paróquia Santa Catarina, em Caxias do Sul Felipe Michelon Padilha/Divulgação
Imagens de Santa Catarina e de Nossa Senhora Aparecida vão percorrer 11 comunidades da paróquia Foto: Felipe Michelon Padilha / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A festa em homenagem a Santa Catarina neste ano tem uma participação especial: a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida. A programação começou na sexta-feira e haverá visitação às 11 comunidades que compõe a paróquia em Caxias do Sul. A primeira a participar foi a comunidade Santa Terezinha, no loteamento Tijuca. 

 Com o lema "Somos comunidade que vive a misericórdia e a paz", a programação segue até 27 de novembro. Além da peregrinação das imagens, que passará durante toda a próxima semana por bairros como Marechal Floriano, Monte Bérico, Linha Palmeiro, Linha 40, Jardim Itália e Nossa Senhora da Saúde, a comunidade promete se empenhar nos preparativos da festa. 

Leia mais
Vereadores prometem oposição responsável ao governo do prefeito eleito de Caxias do Sul, Daniel Guerra
Frei Jaime coordena a transição na FAS, na equipe do prefeito eleito
Após derrota nas urnas, PMDB de Caxias do Sul tenta a reconciliação

No dia 25, quando a igreja recorda a memória de Santa Catarina de Alexandria, a igreja matriz estará aberta a partir das 9h e haverá celebrações com a participação dos alunos da Escola Santa Catarina, vizinha à paróquia. Um dia antes, na quinta-feira, dia 24, um grupo de voluntárias se reunirá para preparar o agnoline para o almoço de domingo no salão paroquial. 

Antes da confraternização, haverá missa festiva, às 10h, seguida de procissão motorizada e a pé com a participação da Banda Marcial da Escola Estadual Santa Catarina e bênção dos veículos.Ao meio-dia, no Salão Paroquial, será servido o almoço de confraternização. Os ingressos custam R$ 45. O cardápio terá sopa de agnoline, carne lessa, pien, risoto, maionese, saladas, galeto, churrasco, carne de porco, pão, vinho, refrigerante e café com biscoito. À noite, o bispo Dom Alessandro Ruffinoni preside a missa das 19h. 

PROGRAMAÇÃO

Visitas das imagens de Santa Catarina e de Nossa Senhora Aparecida

Sábado
16h30min: Comunidade Nossa Senhora da Paz (Marechal Floriano)
18h: Comunidade Nossa Senhora Aparecida (Jardim Itália/Cohab).
19h30min: Comunidade Nossa Senhora de Monte Bérico. 

Domingo
8h30min: Comunidade São Giácomo _ Linha Palmeiro.
20h: Comunidade Santa Lúcia. 

Terça-feira (dia 15)
20h: Comunidade Nossa Senhora das Neves (Linha 40). 


Sábado (dia 19)
19h30min: Comunidade São João Batista (Loteamento Altos do Seminário).

Domingo (dia 20)
9h30min: Comunidade São José (Linha 30).


Segunda-feira (dia 21)

20h: Comunidade Nossa Senhora da Saúde.Festa de Santa Catarina.

Sexta-feira (dia 25)
A partir das 9h, a igreja Santa Catarina estará aberta.
16h: missa com a presença dos alunos da Escola Santa Catarina e bênção da saúde.
20h: missa com a presença dos padroeiros e lideranças das comunidades, no Salão Paroquial. A celebração será presidida pelo padre Elton Aristides. 

Domingo (dia 27)
10h: missa festiva seguida de procissão motorizada e a pé.
12h15min: almoço de confraternização (ingressos a R$ 45, à venda na paróquia).
19h: missa presidida por dom Alessandro Ruffinoni.

SAIBA MAIS

O pároco, padre Renato Ariotti, conta que a festa de Santa Catarina, antigamente, envolvia a cidade toda. Por isso, convida os caxienses a celebrarem a devoção à Santa Catarina e visitar a imagem de Aparecida. A Paróquia Santa Catarina foi criada em 25 de março de 1954, por Dom Benedito Zorzi. 

A escolha da Catarina de Alexandria (santa que foi torturada numa roda de engrenagens) como padroeira se deve ao fato de que, nos primórdios do bairro, havia moinhos, lanifícios e outras empresas de grande porte instaladas na localidade. Trabalhavam, sobretudo, com rodas e engrenagens. A devoção à mártir era muito popular na Itália e em diversos países europeus.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEncontro de fuscas em Caxias, neste domingo, deve reunir 500 exemplares https://t.co/echSI8VhVX #pioneirohá 6 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comColisão frontal resulta em duas mortes na ERS-324, entre Nova Araçá e Paraí https://t.co/uZ47daoAV3 #pioneirohá 7 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros