Se você se sente só é porque ergueu muros em vez de pontes - Geral - Pioneiro

Frei Jaime Bettega14/10/2016 | 08h46Atualizada em 14/10/2016 | 08h46

Se você se sente só é porque ergueu muros em vez de pontes

Construtores de pontes: talvez seja essa a missão de todos os que deixam pegadas, enquanto caminham por esse mundo

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Tentando espantar alguns insistentes pensamentos... procurando recolher mais esperança, não extinguindo a vontade de ser criança... Vamos lá. Muito pela frente...

"Se você se sente só é porque ergueu muros em vez de pontes." (William Shakespeare).

Leia mais
Francisco Michielin: exuberâncias de outubro
Frei Jaime: existe sempre um momento em que a porta se abre e deixa entrar o futuro
Ciro Fabres: o Uber e as imperfeições
Adriana Antunes: aprender a olhar as estrelas


Construtores de pontes: talvez seja essa a missão de todos os que deixam pegadas, enquanto caminham por esse mundo. Há margens aguardando para formar passagens, interligando extremidades. As pontes poderiam ser multiplicadas. Só assim a comunicação seria intensificada. Os muros limitam e separam. Olha só: os muros são tristes, impedem que a visão alcance o infinito. O medo faz com que as pessoas construam isolamentos. Na ânsia de se protegerem, deparam-se com a dolorida solidão. Poucos sabem que o segredo está nas pontes.

Trocar muros por pontes é arquitetar esperança. Exercitar o olhar retrospectivo é ser capaz de rever as construções já edificadas, a partir de outros projetos. Sempre é tempo de algumas reformas, de outras adequações. Para construir muros não há necessidade de treino, nem de especialização. É uma ação amadora ao alcance de todos, persente em todos os tempos. Ser construtor de pontes requer bondade no coração, uma boa dose de sonhos, perene alegria, capacidade de superação.

Não construir pontes é ir ao encontro da solidão e selar uma parceria que provocará muitas e profundas perdas. Há tantas pessoas sozinhas que não fazem nada para mudar ou mover esse dolorido sentimento. Talvez pensem: um dia vai passar. Sim, poderá passar. Mas poderá não passar. A interação que provoca transformações é interessante, ao ponto de conseguir espantar a solidão. Tem aumentado os construtores de pontes. São discretos, silenciosos, semblantes iluminados. Não preenchem currículos, reforçam a fila dos voluntários, que há tempo espalham muita felicidade por onde andam. Veremos, logo mais, muitas pontes.

Bênçãos. Paz & Bem. Santa Alegria! Abraços!     


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEncontro de fuscas em Caxias, neste domingo, deve reunir 500 exemplares https://t.co/echSI8VhVX #pioneirohá 7 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comColisão frontal resulta em duas mortes na ERS-324, entre Nova Araçá e Paraí https://t.co/uZ47daoAV3 #pioneirohá 8 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros