Festa no Jardelino Ramos alegra feriado de centenas de crianças em Caxias - Geral - Pioneiro

Solidariedade12/10/2016 | 15h40Atualizada em 12/10/2016 | 15h57

Festa no Jardelino Ramos alegra feriado de centenas de crianças em Caxias

Voluntários servem comida e distribuem brinquedos 

Festa no Jardelino Ramos alegra feriado de centenas de crianças em Caxias Felipe Nyland/Agencia RBS
Festa ocorre desde 14h na sede social do Jardelino Ramos Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Quando a auxiliar de limpeza Doroti Souza improvisou uma festinha de Dia das Crianças em 2014 na sua moradia, no bairro Jardelino Ramos, não imaginava a rede de solidariedade que se fortaleceria a partir daí. Na terceira edição, no lugar de uma centena de crianças servindo-se apenas de bolo confeccionado pela família dela, pelo menos 350 brincam com música, bonecos, brinquedos e uma farta oferta de docinhos e salgados, além do tradicional refrigerante. A Festa do Dia das Crianças do Jardelino Ramos, na sede social do bairro, ocorre no feriado desta quarta-feira reunindo o trabalho de voluntários e a farra das crianças.

Leia mais
Bombeiros buscam por jovem desaparecido no Rio das Antas, em Flores
1º DiPaolo reinaugura modernizado na BR-470, entre Bento e Garibaldi
Milhares de fiéis participam do Encontro de Zeladoras de Capelinhas em Caxias
Aniversário de Bento Gonçalves tem distribuição de 100 quilos de bolo

— Estou adorando tudo. Tem os bonecos, tem comida, tem tudo de uma festa legal — definiu a pequena Maria Eduarda Pedri, 11 anos, moradora do Bom Pastor.

Os números confirmam o trabalho de uma turma expressiva de voluntários: 150 litros de refrigerante, 350 picolés, 250 churros, 450 cachorros-quente, e distribuição de carrinhos, bonecas e bolas. A fila para a pintura no rosto era uma das maiores, seguida pela ansiedade do recebimento dos brinquedos. A professora aposentada Tânia Escola, 69 anos, emociona-se ao contar sobre sua participação na organização da festa.

— Em uma época em que perdemos a confiança em todo mundo, em que ninguém leva mais esperança, ver esta festa, com estas crianças tão felizes, só ajuda a nós mesmos ficarmos bem_ descreve.

Idealizadora desde a primeira edição, Doroti diz que a turma de 25 envolvidos com a organização não enfrentou tantos problemas para arrecadar as doações, mesmo em tempo de crise. A razão é clara:

— Quando falo que é para crianças carentes, todo mundo ajuda.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros