Paraíso: uma praia e um hotel em 1952 - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória01/09/2016 | 06h31Atualizada em 01/09/2016 | 06h31

Paraíso: uma praia e um hotel em 1952

Empreendimento do madeireiro Luiz Granzotto foi destino de centenas de veranistas de Caxias Sul

Paraíso: uma praia e um hotel em 1952 Acervo pessoal de Clóvis Granzotto/Divulgação
Em dezembro de 1952, Luiz Granzotto aproveitou-se da beleza da orla e inaugurou o lendário Hotel Paraíso Foto: Acervo pessoal de Clóvis Granzotto / Divulgação

O sonho do madeireiro caxiense Luiz Granzotto (1912-1998) era "construir" uma praia. E a ideia começou a tomar forma no início da década de 1950. Em 1951, juntamente com os parentes Atílio, Romeu e Rineu Granzotto, Luiz comprou uma área de 112 hectares no litoral norte.

Já em 1952, acampado com uma barraca, uma espingarda e a companhia de um cachorro, começou a nivelar a praia Paraíso — o nome, uma alusão à tranquilidade que eles desejavam, foi escolhido por meio de uma enquete com moradores da Serra, região da maioria dos frequentadores do lugar. 

Segundo o filho, o empresário Clóvis Granzotto, 78 anos, o pai e alguns dos primeiros proprietários dos lotes de Paraíso — entre eles Francisco Stedile, Angelo e Miguel Zanandrea e Olinto Biazus — decidiram não implantar um sistema que facilitasse o acesso ao balneário. 

— Ele queria uma praia particular — conta.

O surgimento do hotel

Em dezembro de 1952, Luiz aproveitou-se da beleza da orla e inaugurou o lendário Hotel Paraíso. À época com 15 anos, o filho Clóvis recorda de várias histórias do início da hospedagem, inclusive dos primeiros fregueses: sete casais franceses que comiam mariscos e tomavam champanhe a beira-mar.

Além de servir como local de pouso, o hotel oferecia opções de lazer para os hóspedes, como bailes nas quartas e sábados. 

— Os Bertussi seguidamente tocavam por lá — recorda.

Thifany's, o bar do Alfred Palace Hotel

Ambiente acolhedor

O hotel também ditava regras: às 23h, as luzes eram desligadas. Segundo Clóvis, o pai dava três sinais de luz. Depois, as pessoas tinham de ir para o quarto com velas. O ambiente da hospedagem também era aconchegante, o que fazia as pessoas sentirem-se à vontade. 

— Era como se eles (os hóspedes) fossem da família, entravam na cozinha para beber aperitivo, jogavam carta — recorda Clóvis. 

Leia mais:
Família Comandulli nos primórdios de Rainha do Mar
Família Lucchese em Arroio do Sal em 1966
Uma carrocinha na beira da praia
Praia de Banhos de Torres em 1958
Outros verões... Torres em 1954, Areias Brancas em 1964
Veraneios de outros tempos

A família de Clóvis em meados dos anos 1960: a esposa Marilene (ao centro) e os filhos Daniela, Lisiane e Fábio. À esquerda, a cunhada Ivone e o sobrinho Alexandre. À direita, a sobrinha Márcia. Foto: Acervo pessoal de Clóvis Granzotto / Divulgação

O suprassumo do litoral norte

Seu Clóvis sempre gostou de trabalhar na praia. Aos 19 anos, já administrava o hotel, que funcionava somente de dezembro a março e eventualmente em alguns feriados durante o ano. 

O estabelecimento era um dos mais famosos do litoral e recebia veranistas da Serra (principalmente de Caxias do Sul), de Porto Alegre, Santa Maria e até de outros Estados.

— Os hóspedes de Caxias saíam sempre sem pagar. No inverno, meu pai passava na casa deles para tomar um café e já cobrava a estadia — recorda Clóvis.

Na década de 1970, o hotel foi reformado e alugado — foi quando seu Clóvis passou a dedicar-se às empresas da família em Caxias.
  
Há 15 anos, o prédio do Hotel Paraíso foi demolido, e no terreno foram construídos sobrados de aluguel temporário. 

Para seu Clóvis, restam as boas lembranças:

— Ainda sonho com o hotel. 

Leia mais:
Hotel Avenida, um clássico da Av. Rio Branco
Lembranças do antigo Hotel Excelsior
Hotel da família Paternoster em 1924
Lembranças do Bela Vista Parque Hotel, em Ana Rech
Real Hotel, um clássico do Centro

Veranistas aproveitavam a praia Paraíso em meados da década de 1960 Foto: Acervo pessoal de Clóvis Granzotto / Divulgação

Confira outras publicações da coluna Memória

Acesse antigos conteúdos do blog Memória




 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros