Grêmio Esportivo Flamengo, Inter e um corte de cabelo em 1958 - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória07/07/2016 | 08h55Atualizada em 11/07/2016 | 18h45

Grêmio Esportivo Flamengo, Inter e um corte de cabelo em 1958

Aposta feita pelo torcedor colorado Álvaro Pessin foi "paga" na lendária Barbearia Paris, após a vitória do Flamengo sobre o Inter por 3x2

Grêmio Esportivo Flamengo, Inter e um corte de cabelo em 1958 Arquivo pessoal de Lady Cesa/Reprodução
Em 1958: episódio ocorreu na lendária Barbearia Paris, na Rua Pinheiro Machado, reunindo seu Lauthério Peccini (com a máquina cortando o cabelo de Álvaro Pessin) e vários jogadores e torcedores do Flamengo. Foto: Arquivo pessoal de Lady Cesa / Reprodução

A vitória do Grêmio Esportivo Flamengo (atual SER Caxias) sobre o Internacional em 30 de novembro de 1958 rendeu um episódio pra lá de pitoresco na lendária Barbearia Paris, na Rua Pinheiro Machado. E foi lembrado por seu principal "personagem", o contabilista Álvaro Pessin, 77 anos. 

À época com 20 anos, Pessin "tirava" Comércio no Colégio Nossa Senhora do Carmo e era uma espécie de braço direito de seu Lauthério Peccini, proprietário do Hotel Peccini, localizado ao lado da barbearia. Torcedor do Brasil de Farroupilha e do Internacional, Pessin dividia-se entre as tarefas de faz-tudo do hotel e de secretário do Flamengo – naqueles tempos, o hotel e o restaurante eram um tipo de QG dos jogadores e dirigentes, visto que seu Lauthério era "doente" pelo Flamengo.  

Torcedor do time rival, Pessin brincou com os flamenguistas durante um café da manhã, dias antes do jogo:

– Se vocês ganharem, eu rapo a cabeça à máquina zero.

Dito e feito. O Flamengo ganhou de 3 a 2 do Inter. Porém, Pessin não imaginou toda a repercussão que a "brincadeira" causaria. No dia seguinte ao jogo, uma turma formada por jogadores e vizinhos esperava desde cedo pelo jovem no hotel. Motivo: conduzi-lo até a barbearia para cumprir a "promessa". 

Juventus: os 60 anos do tricampeonato varzeano

Varejo do Eberle: um clássico do Centro

Morador de Farroupilha,  seu Álvaro Pessin, 77 anos, recordou do episódio de 58 anos atrás, quando tinha 20 anos e morava no Hotel Peccini. Foto: Bruna Marini / Divulgação
Matéria do Pioneiro de dezembro de 1958 destacou a vitória do Flamengo sobre o Inter. Foto: Reprodução / Reprodução

Cobertura da imprensa

Até a imprensa estadual cobriu o fato: Adelar Cosner, correspondente local do jornal Folha Esportiva, do grupo Caldas Júnior, de Porto Alegre, e presidente do Grêmio Esportivo Flamengo em 1950, foi chamado por seu Lauthério para destacar a história.

– Pensei que não iriam levar a sério, mas como o Inter perdeu, tive de raspar o cabelo – lembra seu Álvaro.

O episódio foi testemunhado por seu Lauthério e por vários torcedores e jogadores do Flamengo, além de outros clientes do espaço. Pela divertida sequência de fotos, até o próprio Álvaro parece ter gostado de "pagar" a aposta. Tanto que, anos depois, acabou virando flamenguista... 

Os 50 anos da Liga Caxiense de Futebol de Mesa

No grupo estavam jogadores como Cangerê, Dida e Alzane, além do amigo Alcides Frizzo (ao fundo, à direita) Foto: Arquivo pessoal de Lady Cesa / Reprodução
Corte de cabelo ocorreu na manhã seguinte ao jogo entre Grêmio Esportivo Flamengo e Inter, vencido pela equipe caxiense. Foto: Arquivo pessoal de Lady Cesa / Reprodução

As fotos

A sequência de imagens desta coluna foi disponibilizada pelo leitor Lady Cesa, 80 anos. Filho do empresário Frederico Cesa, cuja empresa localizava-se ao lado do hotel, Cesa era frequentador assíduo do restaurante e presenciou a "sessão" acima (ele é o mais alto, ao fundo, na primeira imagem da matéria).

Nas fotos vemos, além de Lauthério Peccini, os jogadores Alzani Liberalli, Dida (Alcides Ferreira de Assis) e Cangerê (Nilson Silva, o rapaz negro à direita), seu Raulino (dono da barbearia e ex-jogador do Juventude, ao fundo, mais ao alto), o amigo Alcides Frizzo e os também barbeiros Alfredo Röedel, Leopoldo Schneider e Edésio Amorin (o primeiro senhor à direita, de bigode, na foto acima).

Você reconhece mais alguém nas imagens? Entre em contato com a coluna.

Futebol amador caxiense em 1977

Álvaro Pessin teve o cabelo raspado por Alfredo Röedel, um dos barbeiros que atuavam na lendária Barbearia Paris, localizada ao lado do Hotel Peccini. Foto: Arquivo pessoal de Álvaro Pessin / Reprodução
Episódio na barbearia foi um dos tantos que marcaram a passagem de seu Álvaro Pessin pelo hotel entre o final dos anos 1950 e o início dos 1960. Alfredo Röedel era um dos barbeiros do Salão Paris. Foto: Arquivo pessoal de Álvaro Pessin / Reprodução

O Restaurante Peccini

Localizado na Rua Pinheiro Machado, entre a Visconde de Pelotas e a Dr. Montaury, o Restaurante Peccini marcou época nos anos 1950 e 1960. Funcionando em dois salões junto ao hotel da família, notabilizou-se pelo famoso galeto al primo canto, conforme abordou em livro a pesquisadora Rosana Peccini, filha do proprietário Lauthério Peccini.

Segundo Álvaro Pessin, o restaurante era parada obrigatória de quem apreciava um bom galeto, tanto de Caxias quanto de fora. Até a Miss Brasília 1960, Magda Pfrimer, conferiu o tempero da iguaria durante sua passagem por Caxias, na Festa da Uva de 1961.

Miss Brasília: um aniversário na Festa da Uva de 1961

– Até hoje não encontrei um lugar que servisse um galeto como o do Peccini – recorda seu Álvaro, que manteve forte ligação com o hotel até o casamento com Leonilda Rech, em 1963.

A cerimônia religiosa ocorreu em São Marcos. Porém, nem a distância e as quase duas horas de viagem impediram que a festa fosse realizada, logicamente, ao redor das mesas do Peccini...

Time de Bolão Garra de Ferro, do Recreio Guarany, em 1958

Anúncio do Hotel Peccini no jornal Pioneiro de 1957, destacando o famoso galeto servido pela família. Foto: Reprodução / Reprodução

Parceria

Informações desta coluna são uma colaboração de Lady Cesa, Álvaro Pessin, Walmor Peccini, Rosana Peccini e Bruna Marini.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros