Exército pode participar de força-tarefa contra o mosquito Aedes Aegypti em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Saúde08/01/2016 | 15h40

Exército pode participar de força-tarefa contra o mosquito Aedes Aegypti em Caxias

Um encontro na segunda vai discutir ações para combater o transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya

Exército pode participar de força-tarefa contra o mosquito Aedes Aegypti em Caxias Rafaela Martins/Agencia RBS
Um encontro na segunda vai discutir ações para combater o transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya Foto: Rafaela Martins / Agencia RBS

O Exército, escoteiros, agentes da Cruz Vermelha e outras categorias profissionais poderão participar de uma força-tarefa contra o mosquito Aedes Aegypti em Caxias. A informação é da secretária municipal da Saúde, Dilma Tessari, que também participará de uma reunião na próxima segunda-feira, convocada pelo prefeito Alceu Barbosa Velho, para tratar sobre o combater ao transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya.

— O pedido ao Exército foi feito nessa semana e ainda não obtivemos uma resposta, que deve levar em consideração o contingente e formas de atuação. A solicitação é que ele nos ajude com ações em campo, junto aos demais agentes. Mas também estamos pedindo auxílio para escoteiros, UAB,  secretarias, universidades para atuar como agentes multiplicadores, e quem mais puder nos ajudar — ressalta Dilma.

RS tem primeiro caso de microcefalia relacionada ao zika, confirma secretário

De acordo com a titular da pasta da saúde, Caxias não está em um dos casos de emergência, mas em alerta constante já que o primeiro foco Aedes Aegypti foi encontrado no quinto dia do ano, no bairro Pioneiro:

— Essas novas decisões são reflexão da situação atual do Brasil. O nosso país está em situação de emergência e não podemos esperar encontrar mais focos para começar a agir. A população precisa estar em alerta constante.

Entenda os sintomas e o tratamento das três doenças transmitidas pelo Aedes aegypti

Também participam dessa reunião na segunda-feira, às 9h no Centro Administrativo, autarquias, a 5ª coordenadoria regional da saúde, lideranças comunitárias e empresariais, sindicatos, associações e demais entidades ligadas à saúde.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros