Professor e atleta de Caxias morre após choque elétrico em competição em Brasília - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Tragédia07/04/2014 | 08h52

Professor e atleta de Caxias morre após choque elétrico em competição em Brasília

Tiago Pereira, 28 anos, participava de uma etapa de competição de triatlo

Professor e atleta de Caxias morre após choque elétrico em competição em Brasília Reprodução/ Facebook/
Pereira participava de uma etapa da maratona da modalidade Triathlon Foto: Reprodução/ Facebook

O professor de educação física e atleta caxiense Tiago Pereira, 28 anos, morreu após receber um choque elétrico ao encostar-se a uma estrutura metálica de uma competição esportiva de triatlo em Brasília, na tarde do domingo. Pereira participava de uma etapa da maratona Ironman 70.3.

>> "Ele era importante para o esporte da cidade", diz amigo de atleta
>> Triatleta caxiense concluiu a prova em mais de seis horas

O atleta era técnico da equipe de natação da empresa Pranadar Aqua e Fitness, professor de musculação da Academia Raiar e lecionava em escolas da cidade. A empresa organizadora do evento, a Latin Sports, emitiu nota oficial sobre o ocorrido na página oficial do Facebook.

"A Latin Sports lamenta profundamente o incidente com o atleta Tiago Pereira, ocorrido após o encerramento da etapa de Brasília do Ironman 70.3 em uma das dependências destinadas aos estandes do evento. Todo atendimento médico foi prestado no momento do incidente e o atleta foi levado para o Hospital de Base minutos após receber um choque elétrico na área do estande, mas infelizmente veio a falecer. A Latin Sports está prestando toda assistência à família do atleta e acompanhando as autoridades na perícia que irá determinar as causas do incidente.

Em respeito à família do atleta Tiago Pereira e a todos que sempre acreditaram no nosso trabalho, reafirmamos que a Latin Sports não se exime de suas responsabilidades e está prestando todo apoio à família do atleta."

PIONEIRO.COM

Notícias Relacionadas

Morte na capital 07/04/2014 | 13h22

Triatleta caxiense morto em Brasília concluiu a prova em mais de seis horas

Tiago Pereira concorria com feras mundiais da modalidade

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros