Frei Jaime: o que acaba com o ódio é o amor - Cotidiano - Pioneiro

Opinião25/08/2017 | 08h38Atualizada em 25/08/2017 | 08h38

Frei Jaime: o que acaba com o ódio é o amor

O ódio parece ter mais plateia, público fiel e detalhista. O amor, energia indecifrável, não poucas vezes fica em segundo plano

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Espantando o cansaço... renovando o desejo de acertar... colocando paciência e esperança na bagagem diária. Acreditando sempre que tudo vai dar certo.

"Jamais, em todo o mundo, o ódio acabou com o ódio. O que acaba com o ódio é o amor." (Buda).

Leia mais
André Costantin: Gardel à portuguesa
Frei Jaime: decisões baseadas em emoções não são decisões. São instintos
Tríssia Ordovás Sartori: Tribunal desconexo

O mundo apresenta de tudo um pouco. Com o evento da tecnologia da informação e das redes sociais, tudo passou a ter o selo da instantaneidade. Sabe-se, ao mesmo tempo, de muitas coisas, de distantes lugares e sob diferentes óticas. Cada postagem tem um intuito. Nem todos sabem lidar bem com o que veem e ouvem. As ideologias não deixaram de ocupar espaços invisíveis e de propagar determinados propósitos. Numa realidade feita de facilidades distantes da esperança, não poderia ser diferente: o maior espaço não é do amor, mas do ódio.

A propagação do mal tornou-se tão comum, ao ponto das pessoas terem mais propensão para relatar tragédias do que gestos de bondade. O ódio parece ter mais plateia, público fiel e detalhista. O amor, energia indecifrável, não poucas vezes fica em segundo plano. Não se trata de falta de conhecimento, mas muitos continuam esquecidos de que o ódio jamais acabará com o ódio. Pelo contrário, o ódio é capaz de potencializar mais ódio.

O amor é totalmente diverso, pois tem a força de expulsar o ódio. Gestos de amor continuam emocionando, tocando profundamente, conclamando à felicidade. O mundo está carente de amor. Uma carência que abriu espaço exagerado ao ódio. É urgente retomar o amor como um jeito inteligente de construir uma nova história. É um aprendizado necessário para quem busca e merece a felicidade. Que cada um possa multiplicar palavras e gestos, com aquela intensidade que só o amor pode proporcionar. Quem sabe amar, sabe viver.

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!    

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros