A vida não pergunta se você está cansado ou incompleto. Ela só espera que você siga em frente - Cotidiano - Pioneiro

Frei Jaime Bettega13/03/2017 | 08h33Atualizada em 13/03/2017 | 08h33

A vida não pergunta se você está cansado ou incompleto. Ela só espera que você siga em frente

É comum encontrar pessoas sempre cansadas por falta de um ideal, pela ausência de sonhos, pela incapacidade de encantar-se

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

O amanhecer é sempre uma alegre convocação: a vida continua e o tempo passa! Nova semana... Que a paz seja uma constante e que o amor seja suficiente para dar sentido a cada passo! Vamos que vamos!

"A vida não pergunta se você está cansado ou incompleto. Ela só espera que você siga em frente."

Leia mais
Nivaldo Pereira: sentir como Peixes
Tríssia Ordovás Sartori: a contradição do vaga-lume
Francisco Michielin: atire a primeira pedra

A vida não depende de explicações, nem de objeções. Há uma autonomia praticamente inerente à existência. Alguns não migram rumo ao sentido do viver, preferem a acomodação de quem assiste aos fatos, sem nenhuma interação. Sentir cansaço é bem normal. Quando se trata de esgotamento físico, a recuperação não é complexa. Porém, quando o cansaço advém da falta de expectativa, da ausência de esperança e do resquício do desânimo, as proporções são outras.

É comum encontrar pessoas sempre cansadas por falta de um ideal, pela ausência de sonhos, pela incapacidade de encantar-se. Sentir-se incompleto é bem natural, em alguns períodos. Inconformar-se com tal sentimento, pouco ajuda. Cedo ou tarde, a carência bate à porta, provoca alguns transtornos, questiona determinados sentimentos e conclama à transparência. Mas o que impressiona é que a vida, apesar de tudo, segue em frente. É somente isso que a vida espera de todos: continuação. Motivos para ficar à beira do caminho não faltam. Em alguns dias, torna-se tão difícil espantar a escuridão.

Mesmo assim é necessário continuar avançando. Quando os problemas deixam de ser excessivamente comentados, quando o olhar não se distrai do infinito e a paz não brinca de se esconder, a vida experimenta a plenitude e a serenidade. Viver é um ato simples, com a mesma proporção da leveza do coração. Seguir em frente é uma decisão pessoal e intransferível. Onde há dinamismo, o sabor é inexplicável e o desejo de viver deixa rastros de luz.

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!     

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros