Para tudo é aconselhável um ponto de equilíbrio - Cotidiano - Pioneiro

Frei Jaime Bettega15/11/2016 | 08h06Atualizada em 15/11/2016 | 08h06

Para tudo é aconselhável um ponto de equilíbrio

Os níveis de carência estão surpreendendo, ao ponto de provocar estranheza

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Amanhece o dia 15 de novembro... Feriado... Tudo muito silencioso ainda. Aos poucos a claridade assume os respectivos espaços, espanta a escuridão, devolve o brilho diário à vida. Que este dia seja de encontro e de leveza. 

"Todo o excesso esconde uma falta." 

A vida é única, mesmo que algumas semelhanças sejam perceptíveis. As particularidades, no entanto, são incríveis. Alguns traços se sobressaem, desde a infância. O estilo de vida faz parte das escolhas. Alguns impõem e até delimitam espaços, não alteram nenhum movimento. Mas para tudo é aconselhável um ponto de equilíbrio, que justifique aquela normalidade intrínseca ao ato de existir. Os excessos podem confundir ou possibilitar deduções. Tudo o que excede destoa, não acrescenta e nem qualifica. Quando uma pessoa se excede, quanto mal-estar! Longe de afirmações absolutas, os excessos permitem o desfilar de determinadas carências. Algo está faltando? A compensação não perde a oportunidade, nem a objetividade.

Leia mais
Frei Jaime Bettega: se você cansar, aprenda a descansar, não a desistir
Gilmar Marcílio: equilíbrio
Francisco Michielin: uma cartinha do Lula

Os níveis de carência estão surpreendendo, ao ponto de provocar estranheza. Tudo seria diferente se a vida fosse a ocupação maior. Poucos se voltam com serenidade para a própria existência. Gastam excessivo tempo olhando para os outros, insinuando, por vezes, inverdades, emoldurando distorções. A vida não deveria ter excessos para não acumular perdas. Por outro lado, a autonomia é responsável pelo uso da liberdade. Algumas escolhas só têm a fachada da liberdade, pois escondem verdadeira escravidão. Existe, sim, o melhor jeito de viver, mas não há um formato padrão. 

O princípio orientador é o cuidado com a interioridade. A clareza quanto à simplicidade do viver pode inspirar posturas diferenciadas. Avaliar os excessos e o que há por detrás de algumas atitudes requer humildade, mas rende autenticidade e transformações. Que nunca falte o necessário amor que delineia os melhores sonhos. Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!  

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros