A vida se retrai ou se expande na proporção de nossa coragem - Cotidiano - Pioneiro

Frei Jaime Bettega18/10/2016 | 08h39Atualizada em 18/10/2016 | 08h39

A vida se retrai ou se expande na proporção de nossa coragem

As histórias de vida encantam. São registros que reúnem detalhes, estilos, opções, ritmos, reações. Porém, o protagonista é você

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia!

Há sempre um mundo de pensamentos dentro de cada um de nós. Para hoje, já estou selecionando os melhores... Essa responsabilidade não delego para ninguém. Do meu dia, tenho cuidado com muito carinho. E tem dado muito certo. Vamos lá. É bom viver!

"A vida se retrai ou se expande na proporção de nossa coragem."

Leia mais
Marcos Kirst: agora sim, sagu no palito!
Frei Jaime: um dos detalhes mais bonitos da vida é a possibilidade de fazer escolhas
Pedro Guerra: a loja de brinquedos mais legal da cidade
Nivaldo Pereira: aquela coisa de indecisão


As histórias de vida encantam. São registros que reúnem detalhes, estilos, opções, ritmos, reações. Porém, o protagonista é você. Os outros até podem interferir, mas ninguém pode substituir você, o único redator autorizado a confirmar um final feliz a esta história existencial.  A vida se retrai ou se expande, dependendo da coragem. Para além das palavras, há um universo complexo e exigente. Mas há também uma diversidade de pessoas que ensaiam infinitas respostas. Há um ponto de partida: clareza quanto aos objetivos. Impossível construir vida sem saber onde é o topo.

Poucos sabem porque vieram para este mundo. Prova disso é a ganância: acúmulo excessivo de bens materiais, em detrimento à liberdade de viver com o suficiente. Para viver adequadamente é necessário ter coragem. Não se trata de valentia. Aquela coragem de quem se coloca diariamente a caminho, na certeza de que não está sozinho. Não busca o auge, mas prova o sabor existe em cada passo, advindo de cada cenário, presente  em cada estação, resultante de cada idade. Outra faceta da coragem diz respeito à idade: o envelhecimento não deve angustiar.

Viver bem cada momento, somar os anos com a serenidade de quem sabe conjugar maturidade com felicidade. A ausência de coragem, talvez, se dá também no campo da espiritualidade. Há ainda um pouco de resistência: como seriam diferentes os dias se a fé não estivesse distante do cotidiano!?! Feliz de quem tem coragem de reservar um espaço diário à espiritualidade: de fato,  tudo se torna diferente. Há também muitas transformações naqueles que cuidam da afetividade. Nesse sentido, a coragem até pode ser próxima do exagero.

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!    


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros