A vida é feita de realidade e de interioridade - Cotidiano - Pioneiro

Frei Jaime Bettega07/10/2016 | 08h42Atualizada em 07/10/2016 | 08h42

A vida é feita de realidade e de interioridade

Na maior parte das vezes, não é levado em conta o que se passa dentro de cada um

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia!

Acordando para uma nova jornada... Dando um chega pra lá para o cansaço. Que a alegria acompanhe as horas deste dia. Há muito pela frente, hoje. Vamos lá!

"Se pudéssemos enxergar o coração do outro e entender os desafios que está enfrentando, acredito que nos trataríamos com mais gentileza, paciência, tolerância e cuidado."

 A vida é feita de realidade e de interioridade. Na maior parte das vezes, não é levado em conta o que se passa dentro de cada um. Lidar com as aparências é mais fácil e menos exigente. Por de trás de cada semblante há um universo para ser desvendado, uma história com muitos capítulos, marcas um tanto exigentes. A velocidade tem impactado nas relações. Nem mesmo o semblante da pessoa é bem visualizado, o coração, então, nem pensar.

Leia mais
Ciro Fabres: a realidade é um pouco diferente
Francisco Michielin: os livros em pé de guerra
Frei Jaime Bettega: a intensidade da vida depende dos sonhos e dos planos
Ciro Fabres: algum caos faz bem à saúde
Adriana Antunes: as amoras e o amor

A rapidez em julgar exclui a possibilidade de escutar a interioridade da outra pessoa. A superficialidade tem marcado os encontros, os diálogos e, às vezes, até os abraços. Um dia, talvez, será permitido correr menos e ter uma quantidade menor de coisas materiais. Certamente esse tempo propiciará um maior espaço para expressar respeito aos que trilham ou cruzam o mesmo caminho. Com certeza, as pessoas se manifestam a partir do que carregam no coração.

Há dramas existenciais, verdadeiros fardos e, mesmo assim, muitas pessoas continuam sorrindo. O respeito pelo invisível é o mínimo de humanismo. A paciência nunca é exagerada, nem mesmo a tolerância. Com um pouco de esforço será possível deduzir o que se passa na interioridade da outra pessoa. Porém, mesmo que nada possa ser visualizado, a gentileza no trato sempre propicia inúmeros ganhos para ambas as partes. Há uma elegância que deve ser resgatada urgentemente: tratar bem as pessoas. Há pessoas duras, pouco polidas, bem distantes da humildade.

Por outro lado, a grande maioria tem afeto, alcança a alma, espalha o perfume da delicadeza. Não é difícil viver e ser feliz. Algumas atitudes, porém, não podem ficar no esquecimento.

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!    

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros