Painel com fotos e reportagens sobre o papeleiro Carlos Miguel dos Santos foi montado na Paróquia Santa Catarina, em Caxias - Cotidiano - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

19/01/2013 | 05h31

Painel com fotos e reportagens sobre o papeleiro Carlos Miguel dos Santos foi montado na Paróquia Santa Catarina, em Caxias

O pároco Renato Ariotti foi o idealizador do memorial, que procura conscientizar a comunidade sobre o valor da vida

Painel com fotos e reportagens sobre o papeleiro Carlos Miguel dos Santos foi montado na Paróquia Santa Catarina, em Caxias  Roni Rigon /Agência RBS
Os cães que acompanhavam o papeleiro moram nos fundos do terreno da paróquia e são cuidados pelo padre Ariotti Foto: Roni Rigon / Agência RBS
Vania Marta Espeiorin

vania.espeiorin@pioneiro.com

Preta e Scooby, os cachorros que acompanhavam o papeleiro Carlos Miguel dos Santos, recebem muito amor na Paróquia Santa Catarina. O pároco Renato Ariotti diz que eles estão bem e adaptados ao ambiente.

Para que o episódio envolvendo Santos, que morreu após ter 85% do corpo queimado por adolescentes, se transforme num marco de consciência e cultivo da paz, Ariotti montou um painel com matérias e imagens relacionadas ao fato, ocorrido em setembro de 2012.

- Fizemos um memorial para não deixar morrer essa história que chocou nossa cidade - explica. 

O padre lembra das palavras do juiz da Infância e da Juventude de Caxias do Sul, Leoberto Brancher, que disse ser preciso "enlutar este episódio". 

- O que ocorreu com Carlos Miguel não faz parte do ser pessoa. Estamos com a Preta e o Scooby porque quem gosta de bichos e da natureza cuida do humano - observa Ariotti.

Leia a matéria completa na edição impressa do Pioneiro deste final de semana.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros