Uso de máscara passa a ser obrigatório nas ruas de Gramado - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Proteção08/05/2020 | 13h37Atualizada em 08/05/2020 | 13h39

Uso de máscara passa a ser obrigatório nas ruas de Gramado

Apenas quem está em casa pode ficar sem o adereço

Uso de máscara passa a ser obrigatório nas ruas de Gramado Clarissa Auler/Arquivo pessoal
Recomendação é usar máscaras não profissionais, como as de pano que são reutilizáveis Foto: Clarissa Auler / Arquivo pessoal

Quem circula pelas ruas e espaços públicos de Gramado agora é obrigado a usar máscaras. A medida consta em decreto municipal publicado na quinta-feira (7). Com isso, nove dos 10 municípios mais populosos da Serra tomaram a iniciativa de determinar a utilização do adereço como forma de prevenção à transmissão do coronavírus. Assim como nas demais cidades, em Gramado a recomendação é utilizar máscara não profissional.

Leia mais
Após Gramado, Canela também libera funcionamento parcial de hotéis e parques
Servidores da prefeitura de Canela medem temperatura e orientam população sobre o coronavírus
Serra Gaúcha registra aumento de 103% de infectados para o coronavírus em sete dias

O uso em ambientes fechados e no transporte de passageiros também é obrigatório no principal destino turístico do Estado, que nesta semana permitiu a volta do funcionamento de hotéis. Conforme a prefeitura de Gramado, os únicos locais onde as máscaras estão dispensadas são as moradias, incluindo áreas externas. Cartazes devem ser afixados por estabelecimentos comerciais em local de fácil visualização com informações sobre a determinação.

Além disso, o município reforçou no novo decreto que empresas devem intensificar medidas de limpeza, disponibilizar álcool gel e máscaras para os funcionários. O espaço mínimo entre os empregados é de dois metros.

As multas para quem descumprir as regras são de R$ 100 para pessoas físicas e R$ 3 mil para empresas. Em caso de reincidência, pode ser aplicado o dobro do valor. O dinheiro arrecadado poderá ser revertido para a compra de máscaras e cestas básicas para a população em vulnerabilidade social.

Leia também
Hotel Laje de Pedra fecha as portas após 42 anos de atividades em Canela
Em três dias, 13 mil passagens de ônibus foram usadas por pessoas acima de 65 anos em Caxias
Caminhão com destino a Caxias é abordado em SC após passageiro com coronavírus fugir de hospital em Goiás

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros