Percentual de pessoas em casa o tempo todo em Caxias aumenta, segundo pesquisa da Ufpel - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Pandemia27/05/2020 | 16h14Atualizada em 27/05/2020 | 16h43

Percentual de pessoas em casa o tempo todo em Caxias aumenta, segundo pesquisa da Ufpel

Resultados da quarta fase do estudo foram divulgados na tarde desta quarta-feira

Percentual de pessoas em casa o tempo todo em Caxias aumenta, segundo pesquisa da Ufpel Reprodução / Governo do Estado/Governo do Estado
O mapa mostra a distribuição dos oito casos positivos nesta fase do estudo no Estado Foto: Reprodução / Governo do Estado / Governo do Estado

Caxias do Sul aumentou um pouco o percentual de pessoas que ficam em tempo integral em casa em relação a fase anterior da pesquisa sobre a disseminação do novo coronavírus no Estado. Mesmo assim, ficou bem abaixo do índice na primeira etapa do estudo em meados de abril. A divulgação dos resultados ocorreu por meio de transmissão ao vivo em rede social na tarde desta quarta-feira. 

Leia mais
Acompanhe os casos de coronavírus confirmados na Serra
Pesquisa sobre disseminação do novo coronavírus terá mais quatro fases no Estado

Na cidade, 17,4% dos 500 entrevistados no último final de semana disseram que ficam todo tempo em casa. Nas fases anteriores o índice foi de 17%, na terceira, 21,6%, na segunda, e 23,8%, na primeira, maior alcance do distanciamento social no município. Outros 46,8% mencionaram sair apenas para atividades essenciais e 35,8% disseram sair diariamente.

Nesta quarta etapa do estudo no Estado, oito pessoas tiveram resultado positivo, ou seja já tiveram contato com o novo coronavírus. A metade delas em Passo Fundo. Os outros quatro em Uruguaiana (dois), Porto Alegre (um ) e Pelotas (um). Nesses casos, os familiares também foram testados o que demonstrou que o percentual de contágio entre os parentes foi de 27%. Na soma das quatro fases, foram 26 positivos que relataram tosse, dor de garganta e diarreia como principais sintomas, seguidos de dificuldade para respirar, ausência de olfato e paladar e febre com menor incidência.

Pela projeção um a cada 562 habitantes do território gaúcho já foram infectados, no total de 20.226 pessoas com anticorpos para a covid-19. O estudo também revela que para cada um caso notificado existem outros três não contabilizados. Com base nos casos notificados o índice de letalidade ficou em 3%, mas se considerados os casos sub-notificados, o percentual cai para 0,96%.

A primeira fase ocorreu entre 11 e 13 de abril, a segunda entre 25 e 27 de abril, a terceira entre  9  e 11 de maio  e a quarta no último final de semana. A cada rodada 4,5 mil pessoas foram testadas e entrevistadas – 500 em cada uma das nove cidades participantes: Caxias do Sul, Porto Alegre, Pelotas, Santa Maria, Canoas, Ijuí, Passo Fundo, Santa Cruz do Sul e Uruguaiana.

A pesquisa tem o objetivo de verificar o percentual de gaúchos que já desenvolveram anticorpos para a covid-19. Além disso, avaliar a velocidade de expansão da doença, identificar a quantidade de pessoas assintomáticas e obter cálculos precisos quanto à letalidade, ou seja, número de óbitos entre os contaminados.

O governo do Estado confirmou mais quatro etapas da pesquisa previstas para ocorrerem nos dias 13 e 14 de junho, 4 e 5 de julho, 26 e 27 de julho e 15 e 16 de agosto.

Leia também
Caxias do Sul fecha mais de 5 mil vagas de emprego em abril

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros