Interior da Auto Mecânica em 1952 - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória23/02/2020 | 19h09Atualizada em 24/02/2020 | 17h07

Interior da Auto Mecânica em 1952

Concessionária Studebaker e posto de gasolina Esso funcionavam na esquina da Avenida Júlio de Castilhos com a Rua Coronel Camisão, em Lourdes

Interior da Auto Mecânica em 1952 Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação/Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Trabalhadores atuando no conserto de veículos Studebaker no interior da Auto Mecânica em 1952 Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Falecido em 2006, aos 84 anos, o empresário Francisco Stedile foi um visionário do setor automotivo em Caxias do Sul desde meados da década de 1940. Em 1946, quatro anos após começar a trabalhar como caminhoneiro, fundou a Auto Mecânica Ltda, em parceria com os sócios Vasco Peretti, Olinto Biazus e Delfino Ronchetti.

No final daquela década, a concessionária, localizada na esquina da Avenida Júlio de Castilhos com a Rua Coronel Camisão, no bairro Lourdes, representava veículos das marcas Studebaker, Scania Vabis, DKW e Mercedes Benz. A Auto Mecânica também oferecia a seus clientes oficina, posto de gasolina Esso, lubrificação, lavagem e tudo o que se relacionasse à manutenção, como venda de peças e acessórios, pneus e câmaras, conforme vemos no anúncio abaixo, veiculado no jornal "A Época" de 21 de setembro de 1952.

Bairro Nossa Senhora de Lourdes em 1948

Naquele início dos anos 1950, visualizando o crescente processo de industrialização do país, Stedile viajou para a Europa, com o objetivo de importar tecnologia. De volta, em 1954 montou a Fras-le (inicialmente Fran-le), com a obtenção de licença de uma empresa italiana para a fabricação de lonas e pastilhas de freio.

Na imagem acima,  o interior da oficina em 1952. Parcialmente descaracterizado, o complexo da antiga Auto Mecânica abriga hoje uma empresa de festas infantis no térreo e moradia no segundo pavimento.  Abaixo, um anúncio da Auto Mecânica em 1952, publicado no jornal "A Época". 

Leia mais:
Auto Mecânica e outros anúncios no Pioneiro de 1958

Anúncio da Auto Mecânica em 1952, no jornal A ÉpocaFoto: Agência RBS / reprodução

Leia mais:
Pórtico da Estrada Federal Getúlio Vargas em 1941
Praça Vestibular Abramo Eberle em 1946
Calendário de Lourdes: uma paróquia rumo aos 80 anos
Apostolado da Oração da Paróquia de Lourdes em 1948
Primórdios da BR-116 nos anos 1950  

Foto: Rodrigo Lopes / reprodução

A Metrópole do Vinho

Em 1957, a Auto Mecânica foi destacada no álbum Caxias do Sul – A Metrópole do Vinho, do jornalista Duminiense Paranhos Antunes (reprodução acima). A empresa era assim descrita: 

"Com uma ampla e bem montada oficina mecânica, contando com banco de testagem de bombas injetoras, serviços especializados diesel, uma grande loja de peças e acessórios para automóveis, cujo estoque é considerado o maior do nordeste do Estado, a Auto Mecânica se credenciou nesta região como um estabelecimento digno de admiração. Fazem parte da firma o diretor presidente Olinto Luiz Biazus e os diretores Octavio Biazus, Angelo Zanandrea, Silla Batastini e Lady Perini".

Abaixo, alguns detalhes do interior do prédio em seus primórdios, no final da década de 1940.

Auto Mecânica localizava-se na esquina da Júlio com a Coronel Camisão, em LourdesFoto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Leia mais:
Lourdes, Zona Caipora e Bairro Guarani
A história do prédio do Arquivo Histórico Municipal
O pioneirismo da família de Vicente Rovea  
Cripta do Santo Sepulcro na década de 1930
Zambelli & Locatelli: os detalhes do interior da Igreja do Santo Sepulcro
Memórias da Júlio: as histórias que rondam o velho casarão ao lado do Santo Sepulcro
Mesmo tombados, prédios históricos de Caxias correm risco de desaparecer

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros