A Dezoito, o Carmo e o São José em 1948 - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória04/02/2020 | 07h00Atualizada em 04/02/2020 | 07h00

A Dezoito, o Carmo e o São José em 1948

Raro registro captado a partir do terraço do Eberle traz também o antigo casario de madeira da Rua Marquês do Herval

A Dezoito, o Carmo e o São José em 1948 Studio Geremia / Acervo pessoal de Gilberto Marchioro, divulgação/Acervo pessoal de Gilberto Marchioro, divulgação
Imagem da Rua Os Dezoito do Forte e dos colégios Nossa Senhora do Carmo e São José foi captada a partir do terraço do Eberle Foto: Studio Geremia / Acervo pessoal de Gilberto Marchioro, divulgação / Acervo pessoal de Gilberto Marchioro, divulgação

Por falta de espaço, a coluna da última semana, sobre as fotos panorâmicas feitas a partir do terraço da Metalúrgica Abramo Eberle nos anos 1940, acabou deixando de fora um raro registro – não da Sinimbu e da praça, mas da Rua Os Dezoito do Forte e do Colégio Nossa Senhora do Carmo, 25 anos antes de a Garagem Alfa surgir e impedir essa visão. 

A imagem, captada pelo Studio Geremia em meados de 1948, traz ainda parte do Colégio São José (mais ao fundo) e também o trecho da Rua Marquês do Herval ainda tomado de casarões de madeira, que cederiam espaço aos prédios comerciais da esquina com a Dezoito e ao Edifício Marina, mais no meio da quadra.

Detalhe: em 1948, o complexo educacional do Carmo ainda não havia recebido o prédio anexo junto à Marquês, em direção a atual Polícia Civil. A imagem integra o acervo do ex-aluno do Carmo Gilberto Marchioro.  

Leia mais:
Memórias na vertical: as curiosidades dos antigos prédios de Caxias do Sul  
O cinquentenário da Metalúrgica Abramo Eberle em 1946  Inauguração do Varejo do Eberle em 1949 

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros