Carcaça de locomotiva é restaurada e vira atração em Carlos Barbosa - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Recuperação07/01/2020 | 10h19

Carcaça de locomotiva é restaurada e vira atração em Carlos Barbosa

Peça centenária doada ao município permaneceu abandonada por mais de dez anos

Carcaça de locomotiva é restaurada e vira atração em Carlos Barbosa reprodução/
Peça centenária doada ao município permaneceu abandonada por mais de dez anos Foto: reprodução
RBS TV

Diariamente, a estação da entrada principal de Carlos Barbosa, no bairro Triângulo, recebe centenas de turistas a bordo dos vagões da Maria Fumaça, que percorre também as vizinhas de Garibaldi e Bento Gonçalves. Movido a carvão, o trem  ocupa parte dos mesmos trilhos pelos quais trafegou até a década de 1970 como um dos principais meios de transporte de passageiros da região. A memória da comunidade, materialmente preservada no local que virou cartão-postal da cidade, conta agora com mais um elemento histórico: a carcaça de uma locomotiva centenária que foi restaurada e virou uma atração complementar no local após mais de uma década de abandono.

— Graças à ajuda da comunidade, graças à organização da população, à Associação dos Moradores e, claro, com a ajuda do Poder Público e da iniciativa privada, está aqui o símbolo da história da Rede Ferroviária no Rio Grande do Sul, especificamente aqui na nossa Serra Gaúcha — afirma o escritor Ari Heck, morador que lutou pela preservação da peça histórica.

Uma peça histórica

O trem que percorreu trilhos gaúchos nos tempos de pleno funcionamento da rede ferroviária acabou virando peça de museu há cerca de 50 anos. Seu primeiro destino foi o Museu do Carvão, em Arroio dos Ratos, local onde acabou sendo tombada como Patrimônio Histórico Nacional.

Em 2007, a locomotiva foi doada ao município de Carlos Barbosa, restando abandonada em um terreno aberto do bairro Triângulo, onde permaneceu na última década sujeita à ação do clima e do tempo. Em 2014, a peça quase foi devolvida, momento em que moradores iniciaram uma mobilização pedindo a restauração e permanência da estrutura na cidade. Com a estrutura recuperada, a peça centenária ganhou um lugar de destaque próximo à chegada do trem turístico, sendo inaugurada no dia 13 de dezembro. Desde então, a novidade é atração na cidade que surgiu ao redor dos trilhos, conforme lembra a moradora aposentada Liana Guerra Accorsi:

— Desde criança eu fui criada nas imediações da viação férrea, a cerca de 100 metros. Quando casei, morei no lado da passagem de trilho e para mim esse é um contexto que eu via diariamente. A recuperação da locomotiva é uma coisa maravilhosa, emociona, vai trazer muitas lembranças, e as crianças de Carlos Barbosa vão poder ver in loco essa parte da nossa cultura.

Leia também
"Ele era como um filho pra mim", diz chefe de motociclista morto em acidente na BR-116, em Vacaria 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros