Imigração italiana: encontro da família Parisotto - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória19/10/2019 | 07h00Atualizada em 19/10/2019 | 07h00

Imigração italiana: encontro da família Parisotto

Descendentes se reúnem neste sábado e domingo, em Bento Gonçalves

Imigração italiana: encontro da família Parisotto Acervo de família / divulgação/divulgação
Os pioneiros imigrantes italianos Antonio Parisotto e Luigia Séttima Pelizzer Foto: Acervo de família / divulgação / divulgação

O primeiro encontro da família Parisotto ocorreu em 25 de outubro de 1985, em Porto Alegre. A partir daí, ao longo das três décadas seguintes, vieram o hino, o brasão, o site e as redes sociais. Mas nada se compara ao minucioso trabalho desenvolvido pelo senhor Gomercindo Parisotto, autor do livro Parisotto — Genealogia.

Na obra, Parisotto detalha a enorme árvore genealógica da família, desde as raízes seculares na Itália até descendência e os várias ramificações verificados no Brasil, a partir da chegada do titular do "Tronco 1", Antonio Parisotto, à Nova Bassano, na Serra Gaúcha.

Boa parte dessa rica trajetória será recordada neste final de semana, em Bento Gonçalves, quando os Parisotto promovem seu 23º encontro. Neste sábado (19), a celebração das origens mescla o tradicional filó com diversas atrações artísticas. O domingo (20) reserva café da manhã, missa, almoço, show da cantora Inez Rizzardo e invernada no CTG Laço Velho. 

O Tronco 1

Titular do Tronco 1, Antonio Parisotto (foto acima) migrou com a família para o Brasil em 1892. A chegada é relatada no livro da família pelo descendente Dom Laurindo Parisotto Guiazzardi:

"Antonio, Giacinto, suas famílias e o irmão Luigi, solteiro, chegaram ao Rio de Janeiro em fins de 1892 e, em 7 de maio, rumaram para Porto Alegre, com o navio Rio Paraná, chegando à capital gaúcha no dia 18. No dia 21 de maio, subiram de barco, pelo Rio Taquari, até Montenegro, onde empreenderam a viagem por terra até Veranópolis".  

A família de Antonio Parisotto era composta pela esposa Luigia Séttima Pelizzer e pelos filhos, Cristina, Arduíno, Albino, Angela, Tereza, Guerino, Carolina, Cecília, Maria e Angelo. 

As bodas de ouro de Guerino Parisotto e Lúcia Guizzardi, juntamente com seus filhos, genros, noras e netos, em 1966Foto: Acervo de família / divulgação

Bodas de ouro em 1966 

Na imagem acima, as bodas de ouro de Lúcia Guizzardi e Guerino Parisotto (filho de Antonio e Luigia), em 1966. O casal aparece junto aos filhos e suas respectivas famílias.

Guerino e Lúcia casaram em 1916 e tiveram 13 filhos: Catarina, Luiza, Antônio Primo, Antonio, Regina, Afonso, Avelino José, Gomercindo Segundo, Daniel, Maria Graciosa, João Baptista, Lourdes Carolina e Albino André.

Nascido em 1930, o filho Gomercindo Segundo Parisotto — o oitavo da prole — foi responsável por eternizar a árvore genealógica da família em livro. 

Abaixo, Daniel, Guerino Parisotto, Malvásio e a esposa, Lúcia Guizzardi, Maria, Gomercindo Parisotto e João, em Porto Alegre. 

Em Porto Alegre: Daniel, Guerino Parisotto, Malvásio e a esposa, Lúcia Guizzardi, Maria, Gomercindo Parisotto e JoãoFoto: Acervo de família / divulgação
Foto: Agência RBS / reprodução

Na internet

Saiba mais sobre a trajetória da família no site oficial: www.parisotto.com.br.

Participe

Você possui fotos antigas de família ou está organizando algum encontro de descedentes? Envie as imagens, acompanhadas de um breve histórico, para o e-mail do alto da página.

Leia mais:
Encontro da família Fontana na Paróquia São José
Encontro da família Devenz em Nova Pádua
Encontro da família Sirena na 5ª Légua
Encontro dos descendentes de Carlos e Maria Webber
Encontro da família Venzon em Farroupilha   

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros