"Sempre disposto a ajudar", lamenta colega de bombeiro que morreu em acidente em Garibaldi - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Tragédia18/09/2019 | 07h47Atualizada em 18/09/2019 | 08h38

"Sempre disposto a ajudar", lamenta colega de bombeiro que morreu em acidente em Garibaldi

Caminhonete capotou em uma estrada da comunidade de São Luiz do Araripe

"Sempre disposto a ajudar", lamenta colega de bombeiro que morreu em acidente em Garibaldi Reprodução/Divulgação
Rafael Ronaldo Stefanoski era o motorista de uma caminhonete L200 Foto: Reprodução / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Após três dias internado, o mecânico Rafael Ronaldo Stefanoski, 32 anos, morreu na noite desta terça-feira (17). Ele era o motorista de uma caminhonete L200 que capotou em uma estrada na comunidade de São Luiz do Araripe, no interior de Garibaldi, na madrugada de sábado (14).

O acidente foi atendido pelos Bombeiros Voluntários da cidade, onde Stefanoski atuou até 2017. Nas redes sociais da corporação, colegas lamentaram a perda repentina. 

— Era uma pessoa sensacional. Era alegre, sempre para frente e dispisto ajudar. Atuou com a gente durante três anos e não tinha tempo ruim para ele — lembra Ridan Villa, comandante dos Bombeiros Voluntários.

Stefanoski deixou a corporação para se dedicar ao sonho de ter o seu negócio próprio. Desde então, trabalhava na mecânica que abriu no Centro da Garibaldi.

O ex-bombeiro estava internado no Hospital Pompéia, em Caxias do Sul. O velório acontece nas Capelas Nossa Senhora de Caravaggio, em Garibaldi, e o sepultamento está previsto para as 17h desta quarta-feira (18).

Leia também
Alerta de chuva intensa na Serra permanece até a tarde desta quarta-feira
Em visita à Assembleia, ex-prefeito diz que não tem saudade de mandato eletivo
Jovem é flagrado desmontando motocicleta em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros