A empresa de Amadeo Rossi na década de 1930 - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória31/07/2019 | 07h00Atualizada em 31/07/2019 | 07h00

A empresa de Amadeo Rossi na década de 1930

Fábrica surgida por volta de 1895 localizava-se na esquina da Avenida Júlio de Castilhos com a Rua Andrade Neves

A empresa de Amadeo Rossi na década de 1930 Giacomo Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação/Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
O casarão onde funcionava a empresa de Amadeo Rossi em 1932, na esquina da Júlio com a Andrade Neves Foto: Giacomo Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O Edifício São Miguel, na esquina da Avenida Júlio de Castilhos com a Rua Andrade Neves, abriga dois tradicionais estabelecimentos comerciais de Caxias: a Floricultura Guarany e a Joalheria e Ótica Brusa. Mas muito antes do surgimento do prédio, o terreno eternizou uma das empresas pioneiras da metalurgia em Caxias, assim como o Eberle.

Conforme informações do Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, a firma de Amadeo Rossi estabeleceu-se em Caxias no final do século 19, na então Rua Silveira Martins – atual Avenida Júlio de Castilhos –, ali permanecendo até o final da década de 1930, quando transferiu-se para  São Leopoldo. 

Em 1918, sob a denominação Amadeo Rossi & Filhos, a empresa foi uma das abordadas no livro "O Rio Grande do Sul Colonial" (foto abaixo). Conforme o texto, o empreendimento era constituído à época por Amadeo e pelos filhos Mario, Antonio e Ricardo Rossi.

"Instalada em terreno próprio, cuja área mede 6,1 mil metros quadrados, a firma, que explora vários artigos e fabrica diversos, numa indústria conjugada, tem espalhadas, ali, harmonicamente, diversas seções".

As seções, no caso, eram a fábrica de artigos de metal; a selaria e a correaria; a ourivesaria e relojoaria, com confecção de objetos de platina, ouro e prata, e a cravação de pedras preciosas; a galvanização de objetos de metal e niquelagem; a funilaria; a fundição de ferro; os depósitos de artigos – prontos para a venda e em estado bruto; e a fábrica de espoletas, fogo central e cartuchos, “única no gênero existente no Brasil”, segundo a publicação.

"A casa Amadeo Rossi, que também fabrica objetos de folha de cobre, como alambiques para destilação, tachos, baldes, banheiras, etc, e bombas e cuias para mate, castões de bengalas e artigo em geral, é, como se vê, uma enciclopédia comercial". 

Em 1918, atuavam na fábrica de Amadeo Rossi cerca de 150 funcionários.

Leia mais:
Fábrica de Pregos Espedito em 1957
Auto Mecânica em 1948
Brasdiesel: um marco de Caxias e do Brasil 

Foto: Livro O Rio Grande do Sul Colonial / reprodução

O imigrante

Amadeo Rossi (foto ao alto) evidenciou-se como um dos protagonistas da industrialização nos primórdios de Caxias do Sul. Nascido em 1864 na localidade de Pessan, região do Vêneto, na Itália, o jovem migrou para o Brasil em 1881. 

Embora fosse um profissional da funilaria, Rossi dedicou-se inicialmente à agricultura.Porém, percebendo a necessidade e carência de instrumentos de trabalho, montou uma oficina de consertos e fabricação de utensílios domésticos e agrícolas. Já em 1922, o empreendimento entrou no ramo de armamentos e munições de caça. 

Por volta de 1937, devido à frágil estrutura energética do município, a fábrica de espingardas transferiu-se para a cidade de São Leopoldo, onde a empresa de Rossi tornou-se uma das mais importantes marcas do segmento. 

Durante o período da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), a metalúrgica foi declarada indústria de interesse nacional – assim como a Gazola Travi e o Eberle, em Caxias do Sul –, o que rendeu ao empresário o título de Cidadão Brasileiro, concedido pelo governo federal. 

Falecido em 1956, aos 92 anos, Amadeo Rossi nomeia uma rua no bairro Nossa Senhora de Fátima.

Leia mais:
Tecelagem Irmãos Panceri em 1948
Armazém de Antonio Boz nos anos 1940
Industrial Madeireira na Festa da Uva de 1965
Cervejaria Leonardelli, fabricante da clássica Cerveja Pérola, em 1952
Para recordar da Cerveja Pérola 

Foto: Livro O Rio Grande do Sul Colonial / reprodução

Curiosidades

:: O primeiro registro da empresa identificado é de 1893, onde “Rossi & Irmão, na então Rua Silveira Martins, atual Júlio de Castilhos, mantinha sapataria, funilaria e cervejaria. A informação consta no "Livro de Registro de Imposto sobre Indústrias e Profissões", do período de 30 de março de 1893 a 6 de julho de 1893.

:: Em 1903, Amadeo Rossi, residente na Rua Júlio de Castilhos, mantinha “Negócio, Aferição, Funilaria e Obras Estrangeiras”. A informação consta no "Livro de Registro de Imposto sobre Indústrias e Profissões", do período de 31 de março de 1903 a 14 de novembro de 1903. 

:: No ano de 1940, o jornal "A Época" faz referência à alteração da denominação da empresa, já instalada em São Leopoldo, de firma Amadeo Rossi para Amadeo Rossi & Cia.

Leia mais:
A história da paróquia e do bairro Lourdes em um calendário
Apostolado da Oração da Paróquia de Lourdes em 1948
Primórdios da Igreja de Lourdes
Lourdes, zona Caipora e Bairro Guarani
Pórtico da Estrada Federal Getúlio Vargas em 1941  

Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / reprodução

Na imprensa

Na reprodução acima, um anúncio da empresa no jornal "A Época" de 1949, já instalada em São Leopoldo. Abaixo, a notícia de seu falecimento, em 1956, no Pioneiro.

Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / reprodução
Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / reprodução

Parceria

Informações desta coluna são uma colaboração do Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami.

Leia mais:
Inauguração do Varejo do Eberle em 1949
A fábrica de joias Eberle Kochemborger e o surgimento da famosa piteira   
Eberle: o jubileu de prata e ouro de Honório Marotto em 1948
Primórdios da Veronese Produtos Químicos
Memórias da Júlio: as histórias que rondam o velho casarão ao lado do Santo Sepulcro  

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros