Largo da Catedral Diocesana em 1965 - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória17/05/2019 | 07h30Atualizada em 17/05/2019 | 07h30

Largo da Catedral Diocesana em 1965

Imagens integram o acervo do fotógrafo Hugo Neumann, cuja história será resgatada na revista Almanaque deste sábado

Largo da Catedral Diocesana em 1965 Hugo Neumann / Acervo de família, divulgação/Acervo de família, divulgação
Ícone do comércio: em passeio pelo Centro de Caxias, Hugo Neumann também captou a Casa Magnabosco Foto: Hugo Neumann / Acervo de família, divulgação / Acervo de família, divulgação

O que tem em comum a apuração de uma reportagem sobre a trajetória de um fotógrafo de origem alemã nascido em 1901, no interior de Nova Petrópolis, com o registro da construção do moderno Edifício Dona Ercília, centro de Caxias, na segunda metade da década de 1960? Quando se revira acervos esquecidos, tudo... 

Os registros desta página são as duas únicas imagens do centro de Caxias do Sul captadas pelo fotógrafo Hugo Theodoro Neumann, atuante nas localidades de Linha Brasil e Linha Imperial entre as décadas de 1920 e 1960 e cuja trajetória será resgatada numa reportagem especial deste sábado, na revista Almanaque. 

Elas foram repassadas à coluna pelo historiador Éder Dall’Agnol dos Santos, que desde o ano passado tem se debruçado sobre a trajetória de Neumann e do colega de ofício Fiorentino Cavalli, responsável por eternizar o distrito de Santa Lúcia do Piaí nas décadas de 1950, 1960 e 1970.

Flagrantes do Centro

O contexto das imagens é desconhecido, mas presume-se que elas tenham sido captadas durante uma breve passagem do fotógrafo pelo centro da cidade em algum final de semana, visto a calmaria da rua e os poucos pedestres em frente ao Magnabosco. 

As imagens também carecem de data específica. Pelo avanço da construção do Edifício Dona Ercília, concluído em 1967 na esquina da Sinimbu com a Marquês do Herval, são provavelmente de 1965 – assim como devia ser de Hugo Neumann o Ford estacionado em frente a então Praça Rui Barbosa...

Leia mais:
Rua Sinimbu e Largo da Catedral Diocesana nos anos 1960
Família de Raymundo Magnabosco em 1946
Casa Magnabosco e outros preferidos dos caxienses em 1954
Praça Dante Alighieri e arredores nos anos 1930 e 1940
Casa Magnabosco durante o Congresso Eucarístico Diocesano de 1948
Interiores da Loja Magnabosco nos anos 1950
A Caxias moderna de Silvio Toigo 

Caxias, 1965: Registro de 54 anos atrás eternizou construção do Edifício Dona Ercília, na esquina da Marquês com a SinimbuFoto: Hugo Neumann / Acervo de família, divulgação

Leia mais:
Edifício Dona Ercília e uma esquina recheada de histórias
Rua Dr. Montaury em 1959
Rua Marquês do Herval no Boletim Eberle em 1959
Praça Dante Alighieri coberta de neve em 1941
Memórias na vertical: as curiosidades dos antigos prédios de Caxias do Sul 

Hugo e o gato

O acervo de Hugo Theodoro Neumann (1901-1993) inclui também diversos flagrantes caseiros e de seu cotidiano no interior de Nova Petrópolis. Um dos registros mais hilários é o do fotógrafo tirando uma espécie de sesta ao lado do "mimi" de estimação, em finais da década de 1950, como "entregam" o rádio e o mobiliário da casa. 

Hugo Neumann e seu gato de estimação em finais dos anos 1950Foto: Acervo família Neumann / divulgação

Leia mais:
Vinícola Adega Pezzi em 1933
Adega Pezzi: uma esquina, muitas mudanças
Busto de Dante Alighieri: um ícone da praça desde 1914
Rua Marquês do Herval e os jardins da Praça Dante nos anos 1950
Rua Marquês do Herval: carros de praça nos anos 1930
Confira um vídeo com imagens raras da Praça Dante em 1957
As rosas da praça e o horto municipal nos anos 1960
A praça vista das alturas da Metalúrgica Abramo Eberle 

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros