Neblina e equipamento queimado prejudicam voos em Caxias do Sul - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Sem visibilidade07/04/2019 | 12h02Atualizada em 07/04/2019 | 12h04

Neblina e equipamento queimado prejudicam voos em Caxias do Sul

Quatro voos foram cancelados desde a quinta-feira

Neblina e equipamento queimado prejudicam voos em Caxias do Sul Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Uma descarga elétrica danificou um dos equipamentos que auxiliam os pousos e decolagens do Aeroporto Regional Hugo Cantergiani, em Caxias do Sul. O anemômetro é o responsável por registrar a velocidade e a direção dos ventos, auxiliando os pilotos quando há poucas condições de visibilidade. Desde a quinta-feira (4), já foram quatro voos cancelados ou transferidos.

O diretor Maurício Loretto D'Ávila explica que, para acontecer um pouso ou decolagem, é precisa que exista uma visibilidade mínima de 1,5 mil pés de altitude, o que corresponde a aproximadamente 500 metros. Abaixo deste teto, os vôos acontecem com auxilio de equipamentos, sendo um destes o anemômetro. Contudo, se a visibilidade ficar abaixo de 300 pés de altitude (aproximadamente 100 metros), os voos são cancelados de qualquer forma.

— Mesmo se recuperarmos o equipamento, não devemos ter os três voos de hoje (domingo) porque as condições de visibilidade estão muito baixas. A tendência é que as decolagens aconteçam em Porto Alegre, com pessoal indo de ônibus. Mas, o clima de Caxias do Sul muda de 15 minutos, podendo melhorar ou piorar. Estamos atentos — aponta D'Ávila, se referindo as decolagens para Guarulhos, Campinas e Congonhas previstas para a tarde e início da noite deste domingo.

A descarga elétrica aconteceu durante as chuvas de quinta-feira e queimou sensor e um transformador do anemômetro. Dois voos foram prejudicados pela falta do equipamento. Outras duas decolagens não aconteceriam de qualquer jeito, pois as condições climáticas estavam abaixo do mínimo. A previsão é que o equipamento volte a operar ainda neste domingo.

Leia também:
Amyr Klink:  "O motor da criatividade é a falta de recursos"
Mesmo com tempo ruim, benção ao trabalho e desempregados atrai milhares de pessoas em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros