Espedito S.A. Indústria e Comércio em 1957 - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória26/04/2019 | 06h30Atualizada em 26/04/2019 | 06h30

Espedito S.A. Indústria e Comércio em 1957

Dez anos após a fundação, em 1947, empresa entrou no ramo malheiro e de venda de maquinário têxtil

Espedito S.A. Indústria e Comércio em 1957 Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação/Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Rua Coronel Camisão com Pinheiro Machado em 1957: a esquina já com as duas empresas funcionando juntas Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Lançado em 1957, o álbum ilustrado Caxias do Sul – A Metrópole do Vinho é um documento precioso para se conhecer a evolução de diversas empresas da cidade. Na terceira parte, intitulada "As Mãos Criadoras", o jornalista Duminiense Paranhos Antunes destaca uma série de indústrias, lojas e estabelecimentos comerciais que fizeram – e ainda fazem história.

Casa Gaúcha, um clássico do Centro
Inauguração do Varejo do Eberle em 1949
O incêndio da Ferragem Caxiense em 1952

Um deles foi a Fábrica de Pregos Espedito Ltda, fundada em 1947 e com sede na esquina das ruas Coronel Camisão e Pinheiro Machado, em Lourdes. Inicialmente focada na metalurgia, em 1956 a empresa modificou sua natureza jurídica para Sociedade Anônima e passou a se dedicar também ao ramo malheiro e de venda de máquinas para o setor têxtil.

Trecho do texto de 1957 destaca a origem do empreendimento, 10 anos antes:

"Em 1947, numa pequena e acanhada casinha na Travessa Coronel Camisão, aparecia esta nova indústria. Mas, aos que levantaram mais essa fábrica caxiense, à frente da qual sempre esteve o cidadão Espedito Costa e outros nomes de visão, como Pedro Boff e Olinto Biazus, a iniciativa era o meio para novos empreendimentos, que iriam enriquecer cada vez mais o vasto parque industrial de Caxias do Sul. Os mesmos forjadores organizaram, em 1956, outra fábrica, hoje a conceituada firma Espedito S/A Indústria e Comércio. Surgiu dessa forma a Fábrica de Malhas Espedito".

Com algumas modificações, o prédio segue na esquina da Coronel Camisão com a Pinheiro Machado até hoje, agora sediando a empresa Assecont Serviços Contábeis.

Na imagem abaixo, o empreendimento destacado no álbum "Caxias - A Metrópole do Vinho", em 1957.

A Espedito Indústria e Comércio nas páginas do álbum "Caxias- A Metrópole do Vinho", em 1957Foto: Rodrigo Lopes / reprodução

Leia mais:
Caxias em 1957: A Metrópole do Vinho
Irmãos Paranhos Antunes visitam Caxias do Sul em 1952
Christiano Carpes Antunes e os primórdios da coluna social do Pioneiro 

A esquina em 1955, somente com a fábrica de pregos e ainda sem o calçamento da viaFoto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / divulgação

Uma esquina, duas empresas

Apesar de homônimas, as duas fábricas possuíam atividades distintas. Conforme a publicação de 1957, a segunda empresa era a revendedora exclusiva, para malharias do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, das afamadas máquinas Super Coptal.

Na imagem que abre a matéria, a esquina em 1957, já com as duas empresas funcionando juntas — vizinhas a não menos lendária Auto Mecânica, na Avenida Júlio. Acima, o mesmo endereço em 1955, antes do calçamento e da instalação da fábrica de malhas. 

Leia mais:
Auto Mecânica em 1948
A história do bairro e da paróquia de Lourdes em um calendário
Apostolado da Oração da Paróquia de Lourdes em 1948
Primórdios da Igreja de Lourdes
Lourdes, zona Caipora e Bairro Guarani
Brasdiesel: um marco de Caxias e do Brasil

O estande da empresa na Festa da Uva de 1958Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / divulgação

Vitrine nas Festas da Uva

Nas imagens acima e abaixo, os estandes da Espedito na Festas da Uva de 1958 e 1961, destacando as máquinas de tecelagem da marca "Coppo" e algumas das peças produzidas. 

Leia mais:
Festa da Uva 1961 e as lembranças da família Paschero
Miss Brasília: um aniversário na Festa da Uva de 1961
Monumento ao Imigrante em 1958
Cobertores que fizeram a fama do Lanifício Gianella
Lanifício Gianella em imagens e lembranças
Lanifício Gianella: um século de história  
Tecelagem Irmãos Panceri em 1948
Veronese: um século de história 

Estande da Espedito Malhas Finas na Festa da Uva de 1961Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / divulgação

Leia mais:
Cripta do Santo Sepulcro na década de 1930
Zambelli & Locatelli: os detalhes do interior da Igreja do Santo Sepulcro
Memórias da Júlio: as histórias que rondam o velho casarão ao lado do Santo Sepulcro  
A história do prédio do Arquivo Histórico Municipal
O pioneirismo da família de Vicente Rovea
O Grande Baratilho de Antonio De Lazzer 

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória    

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros