Badalação na Festa Nacional da Uva de 1969 - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Memória08/02/2019 | 07h30Atualizada em 08/02/2019 | 07h30

Badalação na Festa Nacional da Uva de 1969

Edição de 50 anos atrás é uma das mais lembradas da história do evento

Badalação na Festa Nacional da Uva de 1969 Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família / divulgação/divulgação
Cavalos alados decoravam o carro ¿A Fonte das Donzelas¿, com a rainha Elisabeth Menetrier ao alto. Público assistia até dos telhados Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família / divulgação / divulgação

Às vésperas da estreia da Festa Nacional da Uva 2019, dia 22, retornamos à edição de 50 anos atrás. Presidida pelo empresário Lívio César Gazola, a última edição da década de 1960 ficou marcada por uma programação repleta de novidades. 

O evento foi inaugurado pelo Ministro dos Transportes, o caxiense Mário Andreazza, que também participou da estreia oficial da TV Caxias – Canal 8 no mesmo dia, 22 de fevereiro. Já o presidente da República, Arthur da Costa e Silva, visitou Caxias do Sul apenas no encerramento. 

Festa da Uva 1969 e os primórdios da TV Caxias - Canal 8

Naquela edição, em 8 de março, foi realizado pela primeira vez o desfile de carros alegóricos à noite, valorizado pelo minucioso trabalho dos mestres Isaac Menegotto e Darwin Gazzana. Gazzana desenvolveu não apenas o veículo das soberanas,  denominado "A Fonte das Donzelas", mas também o ousado vestido curto que deixava as pernas da rainha Elisabeth Menetrier à mostra. 

Todo esse sucesso, porém, começou a se desenhar bem antes. Em 24 de novembro de 1968, a escolha das soberanas movimentou a sede social do Recreio da Juventude como pouca vezes visto. Após o resultado, a rainha Elizabeth surgiu acompanhada pelas princesas Elizabeth Corsetti, Jocélia Pizzamiglio, Lisana Schumacher e Ana Cristina Rodrigues. 

Para a escolha da soberanas, a comissão da Festa da Uva não economizou esforços. O júri mesclou nomes expressivos da política, artes e comunicação de Caxias e do Estado. Entre eles Sinval Guazelli, Guido Mondin, Nestor Gollo, Maurício Sirotski Sobrinho, Sérgio Katar, Herton de Leon, Hilário Honório, Aline Faraco, Gilda Marinho, Walter Spalding, Victório Gheno, Paulo Velhinho, Célia Ribeiro e Paulo Gasparotto. 

Detalhe lembrado até hoje: a Vinícola Luiz Michielon presenteou a rainha com um Fusca, prêmio inusitado na história da Festa da Uva.

Leia mais:
Michelin Filmes: o filme de divulgação da Festa da Uva de 1969
Flagrantes das Festas da Uva de 1965 e 1969
Festa da Uva: um ensaio com as soberanas de 1965
Festa da Uva de 1965: miss, bomba e cuia no desfile
O primeiro corso noturno da Festa da Uva em 1969
Os 50 anos do corso noturno da Festa da Uva
Os míticos carros alegóricos de Darwin Gazzana
Darwin Gazzana: o mago dos figurinos
Carro alegórico da Randon na Festa da Uva de 1972

Elisabeth Menetrier e o vestido curto, que deixava os joelhos à mostraFoto: Hildo Boff / acervo de família, divulgação

Outros destaques

No baile das celebridades, a festa ganhou glamour com a participação do pintor Di Cavalcanti, do costureiro Clodovil, de Lucy Bloch, da revista Manchete; de José Vicente Faria Lima, prefeito de São Paulo; e do goleiro Gilmar, da Seleção Brasileira de Futebol.

Nas reproduções abaixo, a repercussão da escolha nas páginas do Pioneiro em 30 de novembro de 1968.

Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / reprodução
Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / reprodução

Leia mais:
Festa da Uva: um desfile pela Sinimbu em 1972
1972: o último ano do Pavilhão da Festa da Uva no Centro
Inauguração dos Pavilhões da Festa da Uva de 1975
Festa da Uva: construção da Réplica de Caxias, nos Pavilhões, em 1977

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros