Usuários do transporte coletivo reclamam da falta de bebedouros em terminais de ônibus de Caxias - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Infraestrutura27/01/2019 | 18h30Atualizada em 27/01/2019 | 18h30

Usuários do transporte coletivo reclamam da falta de bebedouros em terminais de ônibus de Caxias

Uma torneira improvisada é a única alternativa para cerca de 40 mil usuários que utilizam as Estações Principais de Integração (EPIs) Imigrante e Floresta

Usuários do transporte coletivo reclamam da falta de bebedouros em terminais de ônibus de Caxias Lucas Amorelli/Agencia RBS
Na EPI Floresta, torneira foi conectada de forma improvisada junto ao bebedouro desativado Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Embora a troca de ônibus para deslocamento nas Estações Principais de Integração (EPIs), em Caxias do Sul, seja um procedimento relativamente rápido, é recomendado que os passageiros levem a sua própria garrafinha de água para o caso de sentirem sede durante a espera. Isso porque os bebedouros outrora existentes nos terminais Imigrante e Floresta foram retirados. A EPI Floresta até conta com uma opção de hidratação para os usuários, porém, trata-se de uma gambiarra: uma torneira conectada junto ao bebedouro desativado. A medida, no entanto, é inadequada e insuficiente para a média de 40 mil passageiros que circulam pelas EPIs diariamente. Além de anti-higiênica, a torneira quando aberta acaba molhando usuários devido à força do jato.

Leia mais
Prefeitura vai licitar empresa para revitalizar abrigos de ônibus em Caxias
Novo valor da tarifa do transporte coletivo de Caxias deve começar a vigorar em fevereiro

— Quando tu abre a água, jorra tudo pra fora. Não tem controle — comenta o usuário do transporte coletivo Alexandre Lopes de Almeida, 34 anos.

Já na EPI Imigrante, os dois bebedouros que estavam instalados desde 2016 foram retirados no ano passado. A única opção para quem não carrega a própria garrafinha é comprar água do ambulante Thiago Veiga, que apesar de lucrar com a sede alheia, ainda assim lamenta a inexistência de um bebedouro público.

— Ano passado vendi muita água mesmo com os bebedouros. Faz quase um ano que retiraram e não recolocaram — ressalta o vendedor.

— Eu não tenho o hábito de tomar água aqui, mas tem gente que toma. Seria importante (recolocarem os bebedouros), principalmente com esse calor — diz a moradora do bairro De Zorzi, Mariza Rech.

O Pioneiro contatou a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), que informou que a manutenção dos bebedouros é de responsabilidade do Samae. Conforme o titular interino da pasta, Pedro Cogo, no ano passado os equipamentos apresentaram problemas e foram retirados para conserto. No entanto, desde então, não foram repostos. A assessoria de comunicação do Samae confirmou a retirada dos bebedouros, porém, informou que para haver a reposição é necessário regularizar um termo de cedência junto à Secretaria de Trânsito, que é a administradora das EPIs. A autarquia também informou que a formalização desse processo deve acontecer nas próximas semanas, assim como a reposição dos equipamentos.

EPIs apresentam primeiros problemas

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 24/01/2019Falta de bebedouros e espaço para comércio nas EPIs da cidade. (Lucas Amorelli/Agência RBS)
Goteiras surgem em diversos pontos, molhando os bancos utilizados pelos usuários em esperaFoto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

As EPIs começaram a operar em abril de 2016. Menos de três anos depois, a infraestrutura do local já apresenta alguns problemas. Além da falta dos bebedouros, outras falhas são apontadas por usuários. O mato cresce nos canteiros, ambulantes se espalham sem estrutura adequada e quando chove, goteiras surgem em diversos pontos e molham inclusive bancos utilizados pelos usuários em espera. Na quinta-feira (24) pela manhã, a reportagem flagrou água acumulada em alguns bancos devido à chuva da madrugada. 

— Chove mais dentro do que fora — protesta o ambulante Thiago Veiga.

No final de julho de 2018, o Pioneiro esteve nas EPIs para verificar a situação dos vendedores que comercializam alimentos e bebidas por ali. Na época, os ambulantes, que se distribuíam como podiam, avaliavam positivamente a possibilidade de dispor de uma estrutura para vender os seus produtos. Na ocasião, a Secretaria de Urbanismo informou que fazia estudos para tentar encontrar alternativa para os comerciantes. Meio ano depois, nada mudou. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 24/01/2019Falta de bebedouros e espaço para comércio nas EPIs da cidade. (Lucas Amorelli/Agência RBS)
Ambulantes sem regulamentação se distribuem como podem pelas estaçõesFoto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

— Tinha de ter uma regra, ser mais organizado para eles venderem. Senão daqui a pouco isso vai estar tomado de ambulantes — opina a professora Loanda Hermes.

Trabalhando há cerca de cinco meses vendendo café e salgadinhos, Benedito da Rosa Miranda afirma que aprova a infraestrutura da Estação Floresta, porém, a criação de um espaço específico para as vendas seria interessante:

— Se organizasse um espacinho, já estaria bom. Qualquer coisa. Aí eu não precisaria carregar todo dia essa mesa até aqui. Me ajudaria  bastante — comenta.

PERSPECTIVAS

:: A SMTTM informou o Pioneiro que está encaminhando os devidos reparos nas EPIs. Sobre as goteiras, a pasta informa que está verificando as garantias contratuais previstas no contrato com a empresa que construiu as EPIs para solicitar o conserto. Caso não seja viável, uma terceirizada deve ser convocada por meio de contrato de prestação de serviço para realizar a manutenção.

:: Com relação ao espaço dos ambulantes, o secretário interino de Trânsito, Pedro Cogo, ressalta que não há previsão de implantação de lancheria no contrato de prestação de serviço de transporte público, porém, a alternativa está sendo avaliada para o próximo edital de concessão.

:: Em referência ao matagal, a Codeca informou à secretaria que a roçada dos locais está no cronograma e deve ser realizada nos próximos dias.

Leia também
Mulher é assassinada em casa invadida no bairro Petrópolis, em Caxias do Sul
Homem é espancado e incendiado em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros