Prefeitura de Caxias diz que só se manifestará sobre a passagem de ônibus após cálculo técnico - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Transporte coletivo11/12/2018 | 16h53Atualizada em 11/12/2018 | 16h56

Prefeitura de Caxias diz que só se manifestará sobre a passagem de ônibus após cálculo técnico

Secretaria de Trânsito não emitiu opinião sobre valor de R$ 4,46 sugerido pela Visate

Prefeitura de Caxias diz que só se manifestará sobre a passagem de ônibus após cálculo técnico Roni Rigon/Agencia RBS
No ano passado, concessionária havia sugerido valor de R$ 4,41 Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A prefeitura de Caxias do Sul não opinou sobre o reajuste de mais de 12% na tarifa do transporte coletivo proposto pela Visate para 2019. A concessionária do serviço divulgou nesta terça-feira sugestão de passagem a R$ 4,46 no ano que vem, com base em cálculo dos custos do serviço.

Leia mais
Visate sugere passagem em Caxias do Sul a R$ 4,46
Em consulta, usuários se dizem satisfeitos com o transporte coletivo de Caxias do Sul

O secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade de Caxias, Cristiano de Abreu Soares, confirmou que a empresa enviou ofício sugerindo o valor em 4 de dezembro. No entanto, a prerrogativa de calcular o reajuste é de técnicos da pasta, que ainda não receberam as informações necessárias para o trabalho, segundo Soares.

— A gente recebeu esse processo e respondemos dizendo precisamos que a empresa envie as informações que embasam o cálculo. A gente vai fazer qualquer julgamento de mérito a partir da informação que os técnicos passem — aponta.

A área técnica da Secretaria de Trânsito calcula o reajuste para o próximo ano com base em fatores previstos no contrato, como gasto com insumos, salários, número de passageiros, entre outros. O relatório final é encaminhado ao Conselho Municipal de Trânsito e Transportes (CMTT), que vota o reajuste. O valor escolhido pode ser sancionado ou não pelo prefeito, que detém a palavra final.

Segundo o secretário, o Conselho tem se reunido uma vez a cada dois meses. Há um encontro, ainda sem data, programado para dezembro, mas ele acredita que a discussão em torno da tarifa só inicie em 2019. 

— A equipe vai fazer o cálculo a partir de informações que recebe e confere, notas de combustível, informações passadas por fornecedores, tem uma série de verificações. Eu imagino, talvez, para o fim de janeiro o início da discussão — projeta.

No ano passado, a Visate havia sugerido valor de R$ 4,41 para a passagem de ônibus 2018. Com base em critérios diferentes, técnicos da Secretaria de Trânsito calcularam a tarifa do ano em R$ 4,30, R$ 4,10, R$ 4,03 e R$ 3,84. O valor arredondado de R$ 3,85 foi aprovado e, depois de disputa judicial, prefeitura e concessionária chegaram em maio aos atuais R$ 3,95.

Leia também
TJ decidirá se autor confesso de estupro e morte de Naiara irá a júri popular
Salmão defumado e capeletti ao pesto: festa de 84 anos de Farroupilha vai custar R$ 125 mil

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros