Em consulta, usuários se dizem satisfeitos com o transporte coletivo de Caxias do Sul - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Mobilidade20/11/2018 | 19h52Atualizada em 20/11/2018 | 19h52

Em consulta, usuários se dizem satisfeitos com o transporte coletivo de Caxias do Sul

Frequência atual das viagens recebeu a menor aprovação dos passageiros

Em consulta, usuários se dizem satisfeitos com o transporte coletivo de Caxias do Sul Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O resultado da consulta popular realizada com usuários do transporte coletivo de Caxias do Sul foi divulgado pela Associação dos Usuários de Transporte de Passageiros de Caxias do Sul (Assutran) nesta terça-feira (20). Os passageiros foram perguntados sobre a qualidade do serviço.

Leia mais
Compras de passagem de ônibus coletivo podem ser feitas com cartão em Caxias

No geral, os usuários consultados pela Assutran se mostraram satisfeitos com o atendimento prestado pela Visate, a concessionária do serviço: 81% avaliaram o transporte coletivo da cidade como "bom". 

No total, foram entrevistadas 5.098 pessoas — 2.328 homens e  2.770 mulheres —  na Estação Principal de Integração (EPI) Floresta, Imigrante, e em três pontos centrais, no dia 5 de novembro. 

Mais de 80% dos entrevistados também aprovaram a limpeza dos veículos,  o atendimento dos funcionários e a segurança do sistema. Menos pessoas, porém, estão satisfeitas com a frequência das linhas atuais: 54% classificaram como "bom" os horários disponíveis e 32% como "regular". 

A Assutran também consultou os usuários sobre alguns pontos do transporte coletivo sob gestão direta do município. A pergunta "você concorda com a demora do poder executivo em apresentar um projeto de lei que oficialize o novo processo de concessão do transporte coletivo?", por exemplo, lembrou da nova licitação para concessão do serviço, que tem de ser aberta em 2020. 88% dos entrevistados acham que o tema deve ser tratado com mais agilidade e 77% creem que a demora "pode comprometer o serviço". O município já adiantou que quer duas empresas operando o transporte na cidade. 

Quase todos os entrevistados também acreditam que o Fundo Municipal de Transportes (Funtran) recolhido pela prefeitura, que representa 1% do valor das passagens, deve ser destinado à manutenção e à ampliação das paradas de ônibus. O valor já é, parcialmente, usado para este fim. 

O relatório com a opinião dos passageiros será encaminhado ao município e para outras entidades. Os dados colhidos servirão de base para a elaboração da consulta de 2019, que deve ter como tema central o processo de licitação do serviço.

Leia também
11° MDBF começa nesta quinta-feira em Caxias
Sindicato dos Metalúrgicos pede anulação da venda da Voges

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros