Memória: encontro de ex-seminaristas da Diocese de Caxias do Sul - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Caxias antiga30/10/2018 | 07h30Atualizada em 30/10/2018 | 07h30

Memória: encontro de ex-seminaristas da Diocese de Caxias do Sul

Programação ocorre dia 10 de novembro, no Seminário Nossa Senhora Aparecida

Memória: encontro de ex-seminaristas da Diocese de Caxias do Sul Studio Geremia / Acervo Seminário Nossa Senhora Aparecida, divulgação/Acervo Seminário Nossa Senhora Aparecida, divulgação
Dia 19 de março de 1939: inauguração do Seminário Nossa Senhora Aparecida reuniu centenas de fieis e comunidade Foto: Studio Geremia / Acervo Seminário Nossa Senhora Aparecida, divulgação / Acervo Seminário Nossa Senhora Aparecida, divulgação

Um grupo de padres e leigos da Diocese de Caxias do Sul, juntamente com outras lideranças católicas, atualmente trabalha para a 32ª edição do Encontro dos Ex-Seminaristas. A programação, no próximo dia 10 de novembro, no Seminário Diocesano Nossa Senhora Aparecida, pretende reunir ex-alunos das casas de formação de Caxias do Sul, Nova Prata, Viamão e Dom Pedro de Alcântara, próximo a Torres.

Conforme informações disponibilizadas pela organização do encontro, os seminários Nossa Senhora Aparecida, de Caxias; São José, da cidade de Nova Prata; e São Pio X, de Dom Pedro de Alcântara; atuavam como educandários de adolescentes e jovens, do primário e do ginasial. Já as casas São José, de Caxias do Sul, e São Lucas, de Viamão, formavam os seminaristas maiores, período dos cursos de Filosofia e Teologia.

Este será o primeiro encontro com os alunos de Torres, na época em que a cidade era atendida pelos padres da Diocese de Caxias do Sul. A programação tem início às 10h, com a recepção. Posteriormente, ocorre a celebração da missa, o almoço de confraternização e as atividades de convivência.

De acordo com o padre Marciano Guerra, integrante da comissão organizadora, apesar de tradicional, o encontro quer aproximar jovens e seminaristas que deixaram a formação sacerdotal nos últimos anos.

— Queremos renovar, para que essa atividade continue e tenha a possibilidade de fortalecer a troca de experiências pessoais e comunitárias — salienta.

Programe-se 

Os ingressos para o almoço custam R$ 40. As confirmações devem ser feitas até o dia 6 de novembro, pelo fone (54) 3211.5032 ou pelo e-mail diocesedecaxias.pastoral@gmail.com, com Jéverson Boldori.

Leia mais:
Freis Capuchinhos no Seminário Nossa Senhora Aparecida
Os 75 anos do Seminário Nossa Senhora Aparecida
Seminário Nossa Senhora Aparecida é cenário para ensaio sobre suspense de Alfred Hitchcock
Convento Imaculada Conceição em 1954
Encontro da Associação Juvenil Nova Esperança e de ex-coroinhas dos Capuchinhos

O majestoso prédio do seminário, recém construído, em março de 1939Foto: Studio Geremia / Acervo Seminário Nossa Senhora Aparecida, divulgação
Cartão-postal do antigo Seminário São Pio X, em Dom Pedro de Alcântara, próximo a TorresFoto: Acervo Seminário Nossa Senhora Aparecida / divulgação

Desde 1939 

O encontro de ex-seminaristas ocorre às vésperas de Seminário Nossa Senhora Aparecida completar 80 anos, em 2019. Em 19 de março de 1939, direção, funcionários e seminaristas iniciavam as atividades na nova casa, cuja bênção e lançamento da pedra fundamental ocorreram dois anos antes, em 23 de maio de 1937.

Sob a direção dos Freis Capuchinhos, o local foi uma iniciativa do primeiro bispo de Caxias do Sul, Dom José Baréa (1893-1951). Contando com 80 alunos naquele primeiro ano, ao longo das décadas o seminário teve fundamental importância no desenvolvimento e formação de centenas de jovens de Caxias e região, oferecendo lições de filosofia e teologia, além de atividades na agricultura, teatro e música.

Nas fotos desta página, dois registros do início do seminário caxiense, em 1939. Abaixo, o encontro dos ex-seminaristas em 2009, quando a instituição completou 70 anos. Entre outros, aparecem o governador José Ivo Sartori, o ex-reitor da UCS, Izidoro Zorzi, o médico Valério Casagrande e o ex-vice-prefeito de Caxias, Antonio Feldmann.

Leia mais:
Ginásio do Colégio Santo Antonio em 1968
Brechó São Lucas: um templo para garimpar no Museu dos Capuchinhos   
Formatura das alunas-mestras do Colégio São José em 1936  

O encontro de ex-seminaristas no aniversário de 70 anos, em 2009Foto: Maria Helena Paroboni / divulgação

Colaboração

Informações desta coluna são uma colaboração do leitor Felipe Padilha.

Leia mais:
Freis Capuchinhos: 120 anos no Rio Grande do Sul
Primórdios da Diocese de Caxias em 1931
Congresso Eucarístico de 1948: um marco da Diocese  
Memória dos Capuchinhos: 25 anos sem o Frei Ambrósio Tondello
Apostolado da Oração da Paróquia de Lourdes em 1948  

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros