Em nota, prefeitura de Caxias do Sul diz que escalas de trabalho do Postão estão adequadas - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Saúde05/10/2018 | 19h43Atualizada em 05/10/2018 | 19h43

Em nota, prefeitura de Caxias do Sul diz que escalas de trabalho do Postão estão adequadas

Servidores denunciaram irregularidades em boletim de ocorrência nesta semana

Em nota, prefeitura de Caxias do Sul diz que escalas de trabalho do Postão estão adequadas Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Caxias do Sul se manifestou na tarde desta sexta-feira (5) sobre as denúncias de irregularidades nas escalas de trabalho do Pronto-Atendimento 24 Horas (Postão). Na quarta-feira (3), servidores chegaram a registrar boletim de ocorrência contra a diretora do local, Demirse Ruffato. No relato, eles alegam que a profissional, com formação na área da educação, não tem a qualificação adequada para assinar as das escalas de trabalho, além de outras denúncias. 

Leia mais
Instalação de moldura de madeira na porta de entrada do Postão de Caxias segue sem explicação
Servidores registram ocorrência contra diretora geral do Postão de Caxias 

O Conselho Federal de Medicina (CFM) prevê que só um diretor técnico da área pode assinar a escala de trabalho dos profissionais. Em nota divulgada nesta sexta, a SMS reitera que os plantões do Postão foram organizados em escalas de 12 horas de trabalho por 36 de descanso, "no mínimo", desde 3 de setembro. Os horários priorizariam maior número de servidores nos horários de maior demanda. 

No entanto, Pioneiro teve acesso à uma foto da escala desta semana que mostra que uma médica foi escalada para o plantão do meio-dia à meia-noite na quarta-feira e novamente das 8h às 20h da quinta (4), não respeitando as 36 horas mínimas de descanso. Já nesta sexta, uma pediatra que estaria de férias foi escalada para o plantão das 8h às 20h e novamente das 20h às 8h do sábado, tendo que trabalhar, em tese, 24h. Os pediatras, então, teriam se organizado por conta para manter dois profissionais no serviço. O Pioneiro solicitou à Secretaria da Saúde uma cópia da escala médica do mês, mas até a publicação desta reportagem não obteve retorno. 

Leia também
Os caminhos apontados pelas lideranças da Serra para guiar o futuro governador
Cerca de 30 mil contribuintes têm IPTU atrasado em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros