Chuva de granizo provoca estragos em moradias de Cotiporã - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Clima03/10/2018 | 11h27Atualizada em 03/10/2018 | 11h37

Chuva de granizo provoca estragos em moradias de Cotiporã

Em Nova Pádua, a precipitação prejudicou a produção de frutas como pêssego e ameixa

Chuva de granizo provoca estragos em moradias de Cotiporã Ana Júlia Griguol / Divulgação/Divulgação
Foto: Ana Júlia Griguol / Divulgação / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A chuva de granizo que atingiu algumas cidades da Serra na madrugada desta quarta-feira provocou estragos em moradias de Cotiporã e trouxe prejuízos também para a agricultura do município. Em Nova Pádua, a preocupação é com a produção de frutas em pelo menos 150 propriedades. A precipitação ocorreu por volta de 3h e durou cerca de três minutos. 

Em Nova Pádua, o granizo afetou entre 150 e 200 propriedades que trabalham na produção de frutas, como pêssego, ameixa e maçã, além de alho e cebola. Conforme o prefeito Ronaldo Boniatti, em algumas lavouras houve perda total da produção, uma vez que as frutas estavam em processo de crescimento. Os estragos maiores se concentram no Travessão Mutzel, na região de Belvedere Sonda. 

O levantamento dos prejuízos ainda está sendo feito pela prefeitura, mas o chefe do Executivo afirma que boa parte dos agricultores possui seguro contra situações climáticas.

Leia mais
Ponte entre Cotiporã e Bento Gonçalves está submersa em decorrência da chuva

Já a prefeitura de Cotiporã informa que, estragos maiores, com a necessidade de troca de telhado, foram registrados em pelo menos três moradias. Não há informações, no entanto, de quantas casas foram atingidas no total, pois alguns moradores não chegam a solicitar ajuda da administração municipal. O fornecimento de água e luz estão normalizados.

Há relatos também de estragos em parreirais no Centro e nas comunidades de Nossa Senhora do Pedancino, Santa Cruz e São Valentin.


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros