Número de carros em Caxias do Sul ultrapassa metade da população - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Dia Mundial Sem Carro23/09/2018 | 09h45Atualizada em 23/09/2018 | 10h00

Número de carros em Caxias do Sul ultrapassa metade da população

Índice preocupa a prefeitura por conta das dificuldades de mobilidade urbana

Número de carros em Caxias do Sul ultrapassa metade da população Maicon Damasceno /
Prefeitura estuda alternativas para contornar congestionamentos no perímetro urbano da cidade Foto: Maicon Damasceno
GaúchaZH
GaúchaZH

Foi celebrado neste sábado o Dia Mundial Sem Carro. A data visa conscientizar a população para a importância do uso de meios de transporte alternativos diante das dificuldades de mobilidade urbana por conta do excesso de veículos nas grandes cidades. Em Caxias do Sul, que tem a segunda maior frota do Estado, são 306.029 veículos, de acordo com dados do  Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul. (Detran-RS), divulgados no mês passado. 

O número ultrapassa a metade da população, que é de 504.069 habitantes, segundo o IBGE. Isso significa que a média de ocupante por automóvel é inferior a duas pessoas, um índice de 1,6 habitante por veículo. O número é considerado preocupante pela prefeitura.  

Para o secretário municipal de Trânsito, Cristiano de Abreu Soares, a volumosa frota de Caxias do Sul é reflexo das boas condições econômicas e do hábito de grande parte da população em priorizar os carros em detrimento de outros meios de locomoção alternativos, como o transporte público e bicicletas. Ele aponta que o município possui quase 100 mil carros a mais que o número de motoristas com Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

— São 204 mil condutores com CNH regularizada no município contra 306 mil habilitados. Isso ocorre porque muitos motoristas adquirem carros antes mesmo de possuir a carteira. Também acontece de muitos jovens circularem sem a carteira e serem flagrados nas abordagens da Fiscalização de Trânsito — destaca o secretário.  

Para tentar reduzir os problemas provocados pelo excesso de veículos nas vias da cidade, a Secretaria de Trânsito vai pintar faixas de orientação e instalar placas delimitando os espaços de distância de 1,50 metros entre ciclistas e automóveis, conforme as determinações do Código Brasileiro de Trânsito. Em um primeiro momento, a pintura será implementada nos 12 quilômetros da Estrada do Imigrante, no interior do município. Posteriormente, as faixas serão colocadas no perímetro urbano. 

— Tivemos reuniões com grupos de ciclistas os motoristas sobre a importância do uso funcional da bicicleta no perímetro urbano. Vamos fazer pinturas no asfalto e queremos colocar essas faixas no centro da cidade num futuro breve. Não dá simplesmente tirar estacionamento e colocar faixas, mas tem que estar inserida no contexto da mobilidade atendendo à demanda por mobilidade em Caxias — destaca. 

No Brasil, o Dia Mundial Sem Carro faz parte da programação da Semana Nacional do Trânsito, que ocorre até a o próxima terça-feira (25). A programação conta com atividades em todo o país. Em todo o Estado, a frota de veículos chega a quase sete milhões, entre carros, motos, caminhões, tratores, ônibus e reboques. 

Leia também:
Empresa da Serra quer transformar lixo em energia elétrica
Almanaque: reportagem da série De Manta e Cuia conta como a Serra Gaúcha cultua a boa gastronomia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros