Mutirão de consultas com especialistas deve atender mais de 500 pacientes em Caxias - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Saúde19/09/2018 | 18h31Atualizada em 19/09/2018 | 18h31

Mutirão de consultas com especialistas deve atender mais de 500 pacientes em Caxias

Atendimentos serão realizados dia 30 de setembro no Centro Especializado de Saúde (CES)

Mutirão de consultas com especialistas deve atender mais de 500 pacientes em Caxias Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

No último sábado, servidores da Secretaria Municipal da Saúde de Caxias agendaram 523 consultas para o mutirão de atendimentos com especialistas no Centro Especializado de Saúde (CES) que será realizado no dia 30 de setembro, um domingo. 

Leia mais
Quase 40 mil pessoas esperam por consulta com especialistas em Caxias do Sul
Pacientes faltam a mais de 15% das consultas com especialistas pelo SUS em Caxias
Prefeitura de Caxias projeta mutirão para reduzir fila para consultas com especialistas

A atividade foi pensada como forma de reduzir a fila de espera para as consultas, que, em algumas especialidades, ultrapassa as 4 mil pessoas e pode durar quase dois anos. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, mais de 600 usuários que estavam na espera foram contatados por telefone. Os 523 que confirmaram o interesse no atendimento tiveram as consultas agendadas. 

— Os colegas foram convidados a participar do mutirão, que contempla todas as áreas críticas. No momento em que a pessoa disse que não queria mais a consulta, seja porque foi na iniciativa privada, ou teve seu problema resolvido, retiramos da lista — relata Lauren Moreira, coordenadora do CES.

De acordo com Lauren, o dia do mutirão foi escolhido por ser um domingo de passe livre no transporte coletivo.

— No levantamento de agosto, 25% das pessoas com consulta marcada com dermatologista faltaram o agendamento. Nesse dia, com essas facilidades, esperamos que ninguém falte. Dando certo, a ideia é fazer outro. Mas não vale a pena mobilizar toda a estrutura para continuarem as faltas — alerta. 

Durante a próxima semana, os usuários vão ser lembrados do agendamento por telefone e, na sexta, receberão um último lembrete por mensagem de texto. Caso não possam comparecer, devem avisar antes do sábado para que a vaga possa ser redirecionada. O paciente que não for e não avisar perde o lugar na fila e precisará consultar com um clínico na unidade básica de saúde (UBS) antes de tentar um novo horário com o especialista. 

Até a sexta-feira, também devem ser agendadas consultas com ginecologistas para mulheres que não conseguiram acessar o serviço na rede básica. No dia 30, o CES ficará aberto das 8h às 17h, com previsão de quatro consultas por hora. A adesão dos servidores ao mutirão foi voluntária. Também serão realizados testes rápidos de hepatite B, C, sífilis e HIV para os usuários que tiverem interesse. 

PARA A FILA DIMINUIR

:: Visando impedir que, mesmo com os mutirões, a espera por consultas com especialistas volte a crescer, a Secretaria da Saúde trabalha para diminuir os agendamentos futuros.

:: Conforme a coordenadora do local CES, os médicos das UBSs passaram por uma capacitação com especialistas do local nos dias 12 e 13 de setembro. Os clínicos foram orientados sobre quando é realmente é necessário encaminhar o paciente para o especialista e que exames são necessários para a nova consulta. A capacitação será concluída no fim do mês. 

:: Responsáveis e enfermeiros das unidades básicas também receberam capacitação de uma representante do Núcleo do Telessaúde da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O programa do governo federal prevê que especialistas bolsistas do CNPq possam auxiliar, remotamente, os médicos da rede básica. Caso um clínico tenha dúvidas sobre uma lesão de pele do paciente, por exemplo, ele pode telefonar para um dermatologista em Porto Alegre e enviar uma foto para que o profissional ajude a decidir é necessário uma consulta com especialista ou o problema pode ser resolvido ali.

:: Como terceira medida, o CES prepara uma estrutura para que especialistas do local também possam realizar esse tipo de intercâmbio de informações com as UBSs durante parte da carga horária. 

Leia também
Estacionamento no Largo da Estação Férrea, em Caxias, passa a ser proibido nesta quarta-feira
Empresa de São Leopoldo faz proposta para comprar unidade da Voges

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros