Pacto para unir Galópolis, de Caxias do Sul, e Corbola, na Itália - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Intercâmbio27/08/2018 | 06h48Atualizada em 27/08/2018 | 06h48

Pacto para unir Galópolis, de Caxias do Sul, e Corbola, na Itália

Acordo de amizade internacional será assinado nesta segunda-feira

Pacto para unir Galópolis, de Caxias do Sul, e Corbola, na Itália Roni Rigon, BD 18/03/2018 / Agência RBS/Agência RBS
Vila Operária de Galópolis Foto: Roni Rigon, BD 18/03/2018 / Agência RBS / Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

Duas comunidades com semelhanças culturais estão perto de firmar um pacto de amizade internacional. Galópolis, em Caxias do Sul, e a cidade italiana de Corbola assinarão o acordo nesta segunda-feira. A iniciativa é o primeiro passo para estabelecer ações de colaboração mútua. 

Segundo Gabriela Melissa Dani, presidente Associação Piccola Itália (Aspi) de Caxias do Sul, o pacto procura criar laços entre comunidades parecidas. Em comum, Galópolis e Corbola têm populações pequenas, um rio que ajudou no desenvolvimento local e casas antigas preservadas. Grande parte dos moradores de Galópolis tem origem do Vêneto, mesma região onde está situada Corbola, na província de Rovigo.

— Galópolis tem um cinema dos anos 1930 e em Corbola nasceu e viveu seus últimos anos de vida Rick Battaglia, um importante ator do cinema italiano — compara Gabriela, que reside em Rovigo. 

O pacto está sendo desenvolvido desde 2015, a partir da criação de uma comissão. Gabriela ressalta que o acordo não tem metas financeiras, mas sim objetivos morais, sociais e culturais. 

— A finalidade é reforçar os laços com a Itália, promover intercâmbios culturais, sociais, formação empresarial e profissional. É um primeiro passo para um futuro Gemellaggio, ou seja, um acordo de cidades irmãs — exemplifica.

Para garantir a perpetuação do pacto, independentemente de quem esteja na gestão das prefeituras de Corbola e de Caxias, as atividades serão geridas pela comissão formada pela Aspi, pela Associação dos Moradores de Galópolis, pelo Instituto Hércules Galló, pelo Clube de Mães, pela Paróquia de Galópolis e pela Associação Delta Polesine.

— Galópolis é uma das portas de entrada de Caxias e muitos passam por ali sem saber a história do local — ressalta Melissa, filha de um italiano que veio para o Brasil em 1948. 

O pacto deve ser firmado em Caxias com a presença do prefeito de Corbola, Michele Domeneghetti, e do também italiano Marco Di Lello, representante da Associação Delta Polesine — Veneti e Polesani nel Mondo de Rovigo. O prefeito Daniel Guerra assinará por Caxias do Sul.

FUTURAS ATIVIDADES
:: Curso de restauro a ser realizado na Itália em data a ser definida.
:: Curso de língua italiana nas escolas e para idosos de Galópolis.
:: Curso de gastronomia na Itália e em Galópolis com chef italiano.
:: Assinatura de Gemellaggio em 2019.

Projeto aproxima estudantes dos dois países

Antes mesmo da assinatura do pacto, integrantes das duas comunidades promoveram o projeto "L'abbraccio dei giovani" (O abraço dos jovens) para aproximar os moradores. Por meio de desenhos, fotos, redações e poesias, estudantes de Galópolis e de Corbola estão conhecendo a história de cada comunidade, detalhes da imigração italiana, da arquitetura e do modo de vida das respectivas regiões. 

Em Galópolis, 158 estudantes iniciaram o projeto no ano passado e os 18 melhores trabalhos de redação, fotografia, desenho e poesia foram selecionados por uma comissão de jurados. A divulgação dos vencedores ocorrerá durante um jantar para celebrar a visita do prefeito de Corbola a Caxias do Sul, na noite deste domingo. Os estudantes de Corbola, por sua vez, concluirão o projeto em março do ano que vem.

Leia também:
Novo roteiro turístico de Farroupilha envolve sete propriedades rurais
Equipes trabalham para reverter danos de temporal em Bento Gonçalves e Cotiporã 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros