Memória: Apostolado da Oração da Paróquia de Lourdes em 1948 - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Caxias antiga13/08/2018 | 07h30Atualizada em 13/08/2018 | 17h37

Memória: Apostolado da Oração da Paróquia de Lourdes em 1948

Grupo de evangelização surgiu em 1945 e teve como primeira presidente dona Paulina Moretto

Memória: Apostolado da Oração da Paróquia de Lourdes em 1948 Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação/Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Padre Franzoi e dona Paulina Moretto (ao lado dele, de vestido escuro, à esquerda) com as zeladoras junto ao pórtico da Estrada Getúlio Vargas, na Av. Júlio, em 1948 Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A exposição "Memórias da Fé", em cartaz na cripta da Igreja de Lourdes até o dia 18 de agosto, é oportunidade para se conhecer um pouco da história do tradicional Apostolado da Oração. O grupo de evangelização iniciou seus trabalhos em 1944, mas foi somente em 18 de maio de 1945, conforme o Livro Tombo do Município, que o bispo Dom José Barea "erigiu canonicamente" o Apostolado da Oração na paróquia. 

Conforme informações disponibilizadas pela organização da mostra, a primeira presidente solenemente empossada foi dona Paulina Soldatelli Moretto, mãe do bispo emérito Dom Paulo Moretto. À época, o ministério contava com 450 sócios e 52 zeladoras de capelinhas. 

Parte delas aparece na foto acima, de 1948, junto ao padre Maximiliano Franzoi e à dona Paulina (ao centro, de vestido escuro). O local é o pórtico da Estrada Federal Getúlio Vargas, na Av. Júlio de Castilhos, próximo a BR-116.  Na época, o espaço ainda não havia recebido o busto do ex-presidente – ele só seria inaugurado em 24 de agosto de 1955, um ano após o suicídio de Vargas.

Leia mais:
Pórtico da Estrada Federal Getúlio Vargas em 1941
Primórdios da Igreja de Lourdes
Inauguração da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes em 1943
Celebração nos 75 anos da Gruta de Lourdes, em Conceição da Linha Feijó
José Zambon: o Monumento à Itália em 1958 

As integrantes do Apostolado da Oração com o padre Tranquilo Mugnol em frente à igreja , em 1967Foto: Studio Tomazoni Caxias / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

As capelinhas

A visita domiciliar das capelinhas teve início em 1947, época em que Lourdes tinha como pároco o padre Maximiliano Franzoi. Empossado em 1942, ele seguiu até 1955. Na sequência, a paróquia foi comandada pelos sacerdotes Tranquilo Mugnol (1956 a 1968), Mário Pedrotti (1968 a 1980), Antonio Pasa (1980 a 1986), João Masiero (1986 a 1990), Claudio Pessoli (1990 a 1992),  Nivaldo Piazza (1993 a 2018) e Eleandro Teles, atuante desde março deste ano.  

Visitas

Além das fotos, estão expostos objetos litúrgicos, indumentária religiosa, missais e a primeira capelinha que circulou pela paróquia. A mostra pode ser conferida até o dia 18 de agosto, sempre após as missas da novena. As celebrações ocorrem de segunda a sexta, às 19h; sábado, às 17h; e domingo, às 18h30min. A organização também busca por fotos antigas do bairro e da igreja. Contatos com o padre Eleandro Teles, pelo fone (54) 3222.1636.

Leia mais:
Primórdios da Diocese de Caxias em 1931
A atuação comunitária do bispo Dom José Barea
Funeral do bispo Dom José Barea em 1951
Inauguração do busto de Dom Jose Barea em 1966
Memória dos Capuchinhos: 25 anos sem o Frei Ambrósio Tondello  

Grupo de zeladoras do Apostolado durante um retiro espiritual com o bispo auxiliar da Diocese, Dom Cândido Maria Bampi, em 1967Foto: Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / divulgação

A paróquia

A Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes foi a primeira de Caxias a ser desmembrada da Paróquia Santa Teresa, em 8 de fevereiro de 1942 – a segunda foi São Pelegrino.

 Leia mais:
Cripta do Santo Sepulcro na década de 1930
Zambelli & Locatelli: os detalhes do interior da Igreja do Santo Sepulcro
Memórias da Júlio: as histórias que rondam o velho casarão ao lado do Santo Sepulcro
Giovanni Argenta e os primórdios da Catedral
Caravaggio e a Via-Sacra de Locatelli em 1960

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros