Representantes de escolinhas particulares protestam em frente à Secretaria da Educação de Caxias - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Manifestação19/07/2018 | 17h36Atualizada em 20/07/2018 | 07h29

Representantes de escolinhas particulares protestam em frente à Secretaria da Educação de Caxias

Sindicato das instituições contesta diminuição no valor pago por vagas compradas pelo município

Representantes de escolinhas particulares protestam em frente à Secretaria da Educação de Caxias Lucas Demeda/Agência RBS
Foto: Lucas Demeda / Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

Representantes de escolas de Educação Infantil particulares de Caxias do Sul se manifestaram em frente à Secretaria Municipal da Educação (Smed) na tarde desta quinta-feira.

O Sindicato das Instituições de Educação Infantil Particulares (Sinpré) contesta a diminuição dos valores pagos por vagas compradas pelo município por determinação da Justiça e realizaram um ato silencioso em frente à pasta em protesto. 

As chamadas vagas judicializadas da Defensoria Pública são uma maneira de reduzir a fila de espera das crianças de zero a cinco anos na cidade para ingressar na Educação Infantil.  

Leia mais
Escolas tentam impedir redução de pagamentos de vagas do município em Caxias

As escolas foram comunicadas da redução por e-mail, na última terça-feira.  O reajuste do valor é anual e obedece a inflação do período conforme o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M). No ano passado, o índice foi negativo. A Smed quer reduzir valor pago por vagas de turno integral de R$ 737,09 para R$ 733,16, e as vagas de turno parcial de R$ 439,48 para R$ 437,14.  

Além disso, as instituições teriam que reembolsar à prefeitura o valor pago a mais em relação aos meses de janeiro a julho. Conforme Christiane Welter Pereira, vice-presidente do Sinpré, a correção dos valores pelo IGP-M já estava definida, mas no início do ano as escolas foram comunicadas por e-mail que os valores permaneceriam os mesmos de 2017, mesmo com o índice negativo. 

— A nossa surpresa é a mudança no decorrer do ano. Tudo subiu, tudo teve aumento, e a gente fica à mercê do que a Secretaria resolve fazer — reclama.

O Sinpré quer que o valor pago para cada criança se mantenha igual até o fim do ano. A assessoria de imprensa da Smed informou que irá convocar uma reunião com a direção do sindicato e irá se manifestar nesta sexta-feira. 

Leia também
Samae autua estabelecimentos de criação de cavalos situados em bacias de captação de Caxias
Crânios são retirados de túmulos em cemitério do interior de Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros