Gramado registra primeira morte por gripe na Serra em 2018 - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Saúde22/06/2018 | 16h38Atualizada em 22/06/2018 | 17h35

Gramado registra primeira morte por gripe na Serra em 2018

Vítima é homem de 48 anos que residia em Canela

Gramado registra primeira morte por gripe na Serra em 2018 Marco Favero/Agencia RBS
Foto: Marco Favero / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Um homem de 48 anos é o primeiro paciente da Serra Gaúcha a morrer em decorrência de gripe em 2018. A prefeitura de Gramado confirmou a causa do óbito, que ocorreu no dia 5 de junho. 

O paciente residia em Canela e deu entrada hospital do município no dia 30 de maio. Ele foi transferido ao Hospital Arcanjo São Miguel no dia 2 de junho, onde faleceu três dias depois. 

Leia mais
Vacinação contra a gripe em Caxias do Sul é prorrogada até 22 de junho  

Segundo a prefeitura de Gramado, o paciente morreu em decorrência de Influenza A (subtipo H1N1). Conforme a Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul (RS), ainda não se sabe se ele havia se vacinado contra a doença, nem se fazia parte de um dos grupos de risco da campanha de imunização. 

Em decorrência do caso, a prefeitura de Gramado liberou a vacinação contra a gripe para toda a população nos postos de saúde. Hoje, a vacina está disponível apenas na unidade de Estratégia de Saúde da Família Nailor Balzaretti, no bairro Pórtico II.

No ano passado, nenhum caso de morte por H1N1 foi registrado na cidade. Em 2016, foram três os óbitos causados pela doença. Esta é a quarta morte em decorrência de gripe no Estado neste ano. 

OUTRAS VÍTIMAS:

:: Uma mulher de 32 anos, residente de Lajeado, não vacinada, faleceu por Influenza A (H1N1).

:: Uma mulher de 48 anos, residente de Porto Alegre, que apresentava doença cardiovascular crônica e obesidade, não vacinada, morreu por Influenza A (H1N1).

:: Uma mulher, 87 anos, residente de Porto Alegre, que apresentava doença renal crônica, não vacinada, faleceu por Influenza A (H3N2).

Leia também
Distração com celular teria sido causa de acidente com morte em Caxias
Universidade de Caxias do Sul quer controlar acesso ao campus

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros