Motoristas do Uber ocupam a Câmara de Vereadores para reclamar de multas, em Caxias - Cidades - Pioneiro
 

Transporte17/05/2018 | 12h18Atualizada em 17/05/2018 | 12h18

Motoristas do Uber ocupam a Câmara de Vereadores para reclamar de multas, em Caxias

Punição ocorre porque o aplicativo não fez o cadastro junto à Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade

Motoristas do Uber ocupam a Câmara de Vereadores para reclamar de multas, em Caxias Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Um grupo de motoristas do aplicativo Uber ocupou a tribuna da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul na manhã desta quinta-feira para reclamar sobre as multas as quais estão sujeitos desde a última quinta-feira. 

A punição ocorre porque as empresas que oferecem o serviço de transporte por aplicativo tinham até a tarde do último dia 9 para se cadastrarem junto à Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade. No entanto, o Uber não procurou a secretaria nem entregou a documentação de cadastro. 

— Nós queremos que seja revisto isso (aplicação de multas). Não queremos ficar fora da lei ou ilegal. De uma forma que possamos trabalhar com segurança, sem ter que ficar escondendo o celular por medo — disse o motorista Tiago Emanuel dos Santos de Oliveira que presta serviço para o Uber desde janeiro. 

Leia mais
Uber não se cadastra e motoristas podem ser multados a partir de quinta em Caxias
Aplicativos de transporte ainda não cadastraram motoristas na prefeitura de Caxias 

Diante da não regularização prevista para a última semana, os motoristas do aplicativo estão sujeitos a fiscalização dos agentes de trânsito. Quem for pego trabalhando será multado por transporte ilegal em R$ 130, 16. A infração, de natureza média, acarreta em quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).  

A secretaria informou que multas já foram aplicadas e um balanço desta primeira semana de fiscalização deve ser divulgado ainda nesta quinta-feira.

À tarde, a partir das 15h, os motoristas do aplicativo planejam uma mobilização pacífica nos Pavilhões da Festa da Uva. Ainda não está certo, no entanto, se haverá uma carreata pelas ruas da cidade. 

Leia também
"Mulheres de diferentes etnias são representadas neste concurso?", questiona feminista sobre rainha da Festa da Uva
Prefeito Daniel Guerra não vai à audiência de conciliação com a Visate

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros