Memória: os 60 anos de crônica social de Werony Sartori - Cidades - Pioneiro
 

Caxias antiga16/05/2018 | 07h30Atualizada em 16/05/2018 | 17h36

Memória: os 60 anos de crônica social de Werony Sartori

No dia do aniversário de 87 anos de dona Werony, recordamos parte de uma trajetória iniciada em 1958

Memória: os 60 anos de crônica social de Werony Sartori Renato Hubert / acervo de família, divulgação/acervo de família, divulgação
A família nos anos 1970: Werony, os pais Manoel e Margarida, o marido Nicolau Sartori e os filhos Ricardo, Katia, Raquel e Alexandre Foto: Renato Hubert / acervo de família, divulgação / acervo de família, divulgação

O ano de 2018 marca as seis décadas da estreia de Werony Sartori na crônica social do Rio Grande do Sul, em 1958. E no dia do aniversário de 87 anos de dona Werony, celebrado neste 16 de maio, recordamos de parte da trajetória dessa importante personalidade de Caxias do Sul – atuante nos maios diversos meios de comunicação e entidades de cunho beneficente e social.

A inclinação para a escrita com as impressões do cotidiano acompanhava a então estudante do Colégio São José desde a adolescência. Tanto que aos 15 anos, Werony, sob o pseudônimo Mary Magda, já escrevia cartas para revistas que incentivavam relacionamentos. 

Seu projeto de vida era formar-se em Pedagogia para lecionar, mas, por determinação do pai, Manoel Pereira dos Santos, fez a Escola Técnica de Comércio no Colégio São José, diplomando-se no final de 1950. Já o casamento com Nicolau Sartori chegou em 1952, após três anos de namoro. Foi a partir daí que o protagonismo social de Veroca, como dona Werony é conhecida pelos amigos, começou a tomar forma.

Nicolau Sartori e os brevetados do Aeroclube de Caxias em 1942
Os 115 anos do Colégio São José
O cotidiano no Colégio São José nos anos 1950 e 1960
Formatura das alunas-mestras do Colégio São José em 1936

Em 1958, o casal assumiu a presidência do Clube de Cultura do Lyons Clube Caxias, o que oportunizou a Werony, então com 27 anos, ganhar notoriedade como cronista – ao organizar e divulgar eventos benemerentes promovidos no Clube Juvenil e no Recreio da Juventude. Era o início de uma carreira que se estendeu até meados dos anos 2000 e que incluiu, entre tantas atividades, noções de etiqueta para as debutantes do Juvenil (foto abaixo).

Leia mais:
Um passeio pelos salões do Clube Juvenil
Clube Juvenil: 110 anos depois
Escolha da rainha do Clube Juvenil em 1959
Um baile de gala no Recreio da Juventude em 1955
Recreio da Juventude: uma nova sede social surge em 1955

Comportamento social: dona Werony e as jovens debutantes de 1998 do Clube JuvenilFoto: Renato Hubert / acervo de família, divulgação
Dona Werony Sartori em meados dos anos 1990, quando atuava em diversas promoções e eventos do Clube JuvenilFoto: Renato Hubert / acervo de família, divulgação

Atuação na Rádio Caxias e na Folha da Tarde

Em 1958, Werony começou a atuar na crônica social de imprensa, enviando notas para a Rádio Caxias e para os periódicos da Cia. Jornalística Caldas Júnior, de Porto Alegre. As informações, mesclando casamentos, aniversários e festas em geral, passaram a ser assinadas por ela em 1961, quando a Caldas Júnior instituiu, por sua sugestão, a coluna Folha da Tarde Interior. 

Foi neste espaço que dona Werony entrevistou e deu visibilidade estadual às senhoras participantes do badalado evento "As 10 Mais Elegantes de Caxias do Sul", organizado pelo então colunista social do Pioneiro Christiano Carpes Antunes.

Christiano Carpes Antunes e os primórdios da coluna social do Pioneiro
Memórias do Carnaval: Christian e as antigas folias de salão

Por volta dessa época, Werony também estendeu sua atuação para além de Caxias e Porto Alegre. Graças a uma entrevista feita com o empresário Ivo Rizzo, que estava assumindo a Sociedade Amigos da Praia de Torres (SAPT), conquistou a inédita condição de correspondente regular no Litoral durante a temporada de veraneio.

Leia mais:
Mansueto de Castro Serafini Filho e o Caxias Magazine
Paulo Gargioni: 50 anos de colunismo social
Outras Palavras: João Pulita entrevista Paulo Gargioni em 1989 

Troféu Caxias 1989: Henrique Ordovás Filho e Reny Ordovás (ao centro) junto ao casais Antoninho e Nely Calcagnotto e Bernardino e Virgínia ConteFoto: Renato Hubert / acervo de família, divulgação

Troféu Caxias, um marco da cidade

Em 1975, Werony foi contratada como colunista do semanário Jornal de Caxias. À época, propôs aos gestores a criação de um modelo de festa beneficente que revolucionaria a sociedade caxiense: um grande jantar anual em homenagem a personalidades do empreendedorismo e voluntários de causas sociais.

Era o início do Troféu Caxias, uma parceria entre a Rádio Princesa e o Jornal de Caxias. O prêmio estendeu-se por 18 edições, mesmo depois de o Pioneiro ter incorporado o Jornal de Caxias e transformado-se em diário, em 1981. A premiação de cunho beneficente evoluiu e ganhou visibilidade estadual, tendo sua última edição ocorrida em 1996, mesma época em que Werony deixou de atuar como colunista social do Pioneiro — deixando como legado um exemplo de profissionalismo, comprometimento e dedicação ao trabalho. 

Na imagem acima, um registro do Troféu Caxias de 1989, quando o casal Henrique Ordovás Filho e Reny Camila Damin Ordovás recebeu a láurea em Assistência Social. Eles aparecem junto ao casais Antoninho e Nely Calcagnotto (à esquerda) e Bernardino e Virgínia Conte (diretores do jornal).

Inauguração do Super Calcagnotto em 1975

 A família

Dona Werony e seu Nicolau Sartori tiveram quatro filhos: Ricardo, Katia, Raquel e Alexandre.

Colaboração

Informações desta coluna são uma colaboração do jornalista Paulo Renato Marques Cancian, que atualmente organiza um livro abordando a trajetória de dona Werony Sartori e sua família.

Leia mais:
A comunicação em Caxias nos últimos 50 anos
Maurício Sirotsky em Caxias em 1969
Os 45 anos da TV Caxias - Canal 8
La Vindima: um galeto que marcou época
TV Caxias e Rádio Caxias nos tempos de Nestor Rizzo
TV Caxias - Canal 8 em 1973
Estúdios da TV Caxias - Canal 8 em 1975
Alonso Cabeleireiros e um programa de entrevistas na TV Caxias Canal 8
A Kombi Daktari da TV Caxias Canal 8   

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros