Memória: inauguração do Super Calcagnotto em 1975 - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Caxias antiga11/05/2018 | 07h30Atualizada em 11/05/2018 | 07h30

Memória: inauguração do Super Calcagnotto em 1975

Empreendimento do bairro São Pelegrino trouxe como novidade o primeiro elevador panorâmico de Caxias do Sul

Memória: inauguração do Super Calcagnotto em 1975 Croqui do álbum Cinquentenário da Imigração Italiana no RS (1875-1975) / reprodução/reprodução
Prédio projetado pelo escritório Marchioro-Bertussi é um dos ícones da arquitetura dos anos 1970 Foto: Croqui do álbum Cinquentenário da Imigração Italiana no RS (1875-1975) / reprodução / reprodução

O ano de comemoração do centenário da imigração italiana na região — e da Festa Nacional da Uva celebrando a data — foi farto em investimentos e novidades, principalmente para os consumidores. No setor de comércio e serviços, um dos detaques foi a abertura do majestoso "Super Super Calcagnotto", na Rua Sinimbu, defronte ao Colégio São Carlos, em São Pelegrino.

Inaugurado oficialmente em 6 de fevereiro de 1975, às vésperas da abertura da festa, o empreendimento surgia ancorado por uma gama de novidades: funcionamento até 22h, galeria circular panorâmica interna, sonorização ambiente, coleta de correios, telefone público, whiskeria e bar executivo "old saloon", farmácia self-service, adega de importados, lanchonete para 65 pessoas na sobreloja, floricultura e bomboniére. Tudo em um mesmo espaço.  

Super Calcagnotto e outros ícones do Centro antigo

Título do anúncio de duas páginas no Pioneiro de 8 de fevereiro de 1975 (foto abaixo) fazia jus à modernidade do lugar:  "Quando Caxias quer, o impossível acontece". Na sequência,  elencava o que o consumidor teria à disposição em termos de atendimento e facilidades: 2.100m² de área de venda, 2.567 m² de estacionamento coberto (circulação de 1,5 mil carros por dia), elevador para compras e carrinhos, 12.500 itens, feira promocional permanente, padaria e confeitaria, refrigeração e climatização inéditas no interior do Estado, e 11 check-outs (caixas) eletrônicos.

O chamado "supermercado fantástico" também estampou uma página do Álbum Comemorativo do Centenário da Imigração Italiana (1875-1975), lançado naquele ano. É de lá que foi extraída a imagem acima, do croqui do prédio, projetado pelos arquitetos João Alberto Marchioro e Paulo Bertussi. 

Leia mais:
Inauguração dos Pavilhões da Festa da Uva de 1975
Construção da Réplica de Caxias nos Pavilhões em 1977
Mansão Raabe: cinzas e ruínas no Carnaval de 1990     

Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / reprodução

A solenidade

O "Super Super Calcagnotto" foi a unidade de número 18 da rede fundada 10 anos antes pelo empresário Cândido Calcagnotto — o pioneiro mercado foi o da Rua Sinimbu, 2.161, entre a Marechal Floriano e a Garibaldi, inaugurado em 15 de maio de 1965.

Da solenidade de 6 de fevereiro de 1975 participaram os diretores Antonio e Carlos Cacagnotto, filhos do fundador, a rainha da Festa da Uva de 1975, Roxane Barcalla Torelly, o bispo Dom Benedito Zorzi, o prefeito Mário Bernardino Ramos e centenas de clientes, àvidos pela abertura das portas.   

Conforme o "Álbum do Centenário da Imigração Italiana”, em 1975, os Supermercados Calcagnotto formavam a maior rede de abastecimento do interior do Rio Grande do Sul e a segunda do Estado em número de casas, com filiais em Bento Gonçalves e Garibaldi. Todas tendo como símbolo o famoso Grilo Falante e seu carrinho cheio de compras.

Leia mais:
Varejo do Eberle, um clássico do Centro
Restaurante Quitandinha na Av. Júlio nos anos 1950
Bomboniére Maratá em 1943
Lembranças da antiga Joalheria Beretta
Ferragem Caxiense em 1947
Memórias do antigo Real Hotel
Os preferidos dos caxienses em 1954   

O Super Super Calcagnotto por volta de 1986Foto: Maria da Graça Soares / Banco de dados, Agência RBS

O primeiro elevador panorâmico 

Um dos destaques do prédio projetado pelo escritório Marchioro Bertussi — Arquitetos Associados era o elevador panorâmico para clientes, o primeiro de Caxias do Sul — algo comparável, em termos de novidade, às famosas escadas rolantes das Lojas Brasileiras, surgidas quase 10 anos depois, em 1984.

Memórias de São Pelegrino: do Cine real às Lojas Brasileiras
Nos cinemas de Caxias em 1984
Elis Regina no Cine Real em 1974

A modernidade arquitetônica dos anos 1970 (principalmente as linhas curvas) também era destacada na publicidade dos jornais da época: "Caxias não espera o futuro, constrói agora. A originalidade das formas, o espaço vertical, três andares tornando o ambiente mais amplo e bem dividido. No Calcagnotto, você olha pra cima".   

Anúncios antigos

O supermercado também costumava investir pesado em publicidade. Abaixo, dois anúncios publicados no Jornal de Caxias de 1979, às vésperas de duas datas emblemáticas: o Dia da Criança e o Natal.

Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / reprodução
Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / reprodução

Leia mais:
Silla Mariani Santini e a Mercearia Caxiense em 1952
Mercadinho do Povo na Av. Júlio em 1947
Venda a granel: ontem, hoje e sempre
De volta aos antigos armazéns
Um retorno aos velhos secos & molhados
Casa Prataviera: um ícone do Centro  

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória  


>  


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros