Memória: Festa da Uva de 1961 e as lembranças da família Paschero - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Caxias antiga17/05/2018 | 07h30Atualizada em 17/05/2018 | 07h30

Memória: Festa da Uva de 1961 e as lembranças da família Paschero

Chegados a Caxias em 1952, imigrantes italianos Raimondo e Adriana Paschero tiveram atuação na Fiambreria Rizzo, no Frigorífico Friapel e no Volpiano Hotel

Memória: Festa da Uva de 1961 e as lembranças da família Paschero Marcelo Casagrande / Agência RBS/Agência RBS
Dona Enrica Paschero (na foto em 1960) abriu o álbum de fotos da família às vésperas da escolha das soberanas de 2019 Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS / Agência RBS

Às vésperas da escolha das soberanas da Festa da Uva 2019, neste sábado (19), retornamos à edição de 1961. Foi quando a jovem italiana Enrica Paschero tornou-se uma das princesas da rainha Helena Robinson, ao lado de Tânia Geremia, Maria Helena Triches Minghelli e Jussara Queiroz. Mas a história da família em Caxias remete a 10 anos antes, quando Enrica e os pais, Raimondo Paschero e Adriana Cattaneo Paschero, saíram da comuna de Volpiano, na província de Turim, rumo ao Brasil. 

Corria o ano de 1952 quando os Paschero chegaram ao Rio Grande do Sul. Após uma breve temporada trabalhando no município de Guaporé, Raimondo, a esposa e a filha, de apenas oito anos, estabeleceram-se em Caxias, onde o italiano começou a atuar no lendário Curtume Tupy. 

Pouco tempo depois, os Paschero adquiriram a não menos icônica Fiambreria Rizzo, localizada na esquina da Av. Júlio de Castilhos com a Rua Borges de Medeiros, ao lado do antigo prédio da Rádio Caxias. Era o período em que o espaço, um mix de delicatessen e loja de embutidos, abastecia boa parte dos consumidores e famílias do Centro, contribuindo também para estreitar as relações dos Paschero com a cidade.

Leia mais:
Auditório da Rádio Caxias: um palco de estrelas nos anos 1950 e 1960
Rádio Caxias 70 anos: Venha pra Cancha, Amigo
Rádio Caxias: para recordar de Jimmy Rodrigues
Luiz Napolitano: um ícone da Rádio Caxias
TV Caxias e Rádio Caxias nos tempos de Nestor Rizzo

O casal Adriana e Raimondo Paschero durante um baile em meados dos anos 1950, no Recreio da JuventudeFoto: Acervo de família / reprodução
O casal Adriana e Raimondo Paschero durante um baile de gala em meados dos anos 1950Foto: Acervo de família / reprodução
O jornal Ecos do Mundo, fundado por Raimondo Paschero em 1962Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / reprodução

O Centro Cultural Ítalo-Brasileiro

Além de ser presença constante nos bailes e eventos sociais do Clube Juvenil e do Recreio da Juventude, o casal Paschero tinha atuação maciça em diversas frentes. Adriana envolvia-se com as atividades sociais do Abrigo de Menores, sempre com um olhar voltado aos pequenos e mais necessitados. Raimondo, dividia-se entre o jornal Ecos do Mundo e as demandas do Centro Cultural Ítalo-Brasileiro (CCIB), ambos fundados por ele. Foi representando o CCIB, aliás, que a jovem Enrica sagrou-se princesa da festa de 1961.

– Pela primeira vez, viajamos pelo país para divulgar o evento e convidar o público. Fomos para o Rio de janeiro, São Paulo, Bahia, Fortaleza. Foi uma grande festa – recorda.  

Leia mais:
Miss Brasília: um aniversário na Festa da Uva de 1961
Um ensaio com as soberanas da Festa da Uva de 1965
Festa da Uva 1965: miss, bomba e cuia no desfile
Festa da Uva: um ensaio com as soberanas de 1965
O primeiro corso noturno da Festa da Uva em 1969
Os míticos carros alegóricos de Darwin Gazzana

Enrica Paschero (segunda à direita) e as princesas Jussara Queiroz, Tania Geremia e Maria Helena Triches Minghelli (D) durante a coroação de Helena Robinson por Zila Turra em 1961Foto: Hildo Boff / acervo pessoal de Ricardo Boff, divulgação
Empresários João Prataviera e Francisco Alberti recebem as soberanas da Festa da Uva 1961: a rainha Helena Roninson (ao lado de Francisco) e as princesas Tânia Geremia (E), Maria Helena Triches Minghelli, Enrica Paschero e Jussara QueirozFoto: Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / divulgação
Enirca Paschero, princesa da Festa da Uva de 1961, abre o álbum de família e recorda da trajetória dos pais, Adriana e Raimondo PascheroFoto: Marcelo Casagrande / Agência RBS

Casamento na Itália

Aos 20 anos em 1964, Enrica Paschero ganhou uma bolsa de estudos em Turim, na Itália. Foi lá que a princesa conheceu, durante um baile, o jovem Giuseppe Bergonzo, com quem casou dois anos depois, em 1966. Da união nasceram os filhos Marco, Adriano e Davide. 

O casamento de Enrica Paschero e Giuseppe Bergonzo em 1966, na ItáliaFoto: Acervo de família / reprodução
O casamento de Enrica Paschero e Giuseppe Bergonzo em 1966, na ItáliaFoto: Acervo de família / reprodução
A noiva Enrica Paschero e os pais, Adriana e Raimondo PascheroFoto: Acervo de família / reprodução

O Frigorífico Friapel e o Volpiano Hotel

Com a ampliação dos negócios e a fundação do Frigorífico Friapel, em Farroupilha, em 1963, a família Paschero optou por encerrar os trabalhos da Fiambreria Rizzo, com o intuito de dedicar-se integralmente à empresa e dar início às exportações. 

Já na década seguinte, mais especificamente em 1975, ano das comemorações do centenário da imigração italiana e às vésperas da Festa da Uva, era inaugurado o moderníssimo Volpiano Hotel, na esquina das ruas Ernesto Alves e Alfredo Chaves. Batizado, obviamente, com o nome da localidade de origem dos Paschero. 

Leia mais:
Silla Mariani Santini e a Mercearia Caxiense em 1952
Mercadinho do Povo na Av. Júlio em 1947
Venda a granel: ontem, hoje e sempre
De volta aos antigos armazéns
Um retorno aos velhos secos & molhados  
Varejo do Eberle, um clássico do Centro
Bomboniére Maratá em 1943
Inauguração do Super Calcagnotto em 1975

O Volpiano Hotel à época de sua inauguração, em 1975Foto: Reprodução do álbum do Centenário da Imigração Italiana, de 1975 / divulgação

Datas

Raimondo Paschero faleceu em 1999, aos 84 anos. Adriana Cattaneo Paschero, em 26 de dezembro de 2017, aos 96. No último dia 13 de abril, data do aniversário de Adriana, familiares e amigos prestaram as últimas homenagens durante uma missa na Paróquia São Leonardo Murialdo.  

A jovem Adriana Cattaneo Paschero por volta de 1938Foto: Acervo de família / divulgação
O casal Adriana Cattaneo Paschero e Raimondo PascheroFoto: Marcelo Casagrande / Agência RBS

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória  

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros