Fotógrafo do Pioneiro é agredido durante cobertura da greve dos caminhoneiros - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Agressão29/05/2018 | 15h23Atualizada em 29/05/2018 | 18h36

Fotógrafo do Pioneiro é agredido durante cobertura da greve dos caminhoneiros

O jornalista fazia imagens quando uma pessoa tentou arrancar a câmera 

Fotógrafo do Pioneiro é agredido durante cobertura da greve dos caminhoneiros Ivanete Marzzaro/Agência RBS
Marcelo Casagrande teve os óculos quebrados durante a cobertura do fornecimento de gasolina em posto de Caxias Foto: Ivanete Marzzaro / Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

O repórter fotográfico Marcelo Casagrande foi agredido às 13h45min desta terça-feira, durante a cobertura do fornecimento de gasolina a veículos da prefeitura, no Posto SIM do bairro Cinquentenário, em Caxias do Sul. O jornalista fazia imagens quando uma pessoa tentou arrancar a câmera fotográfica. Como havia uma alça que sustenta o equipamento no pescoço do profissional, o agressor não conseguiu retirar a câmera. Casagrande foi cercado por um grupo e derrubado no chão pelo agressor. O fotógrafo teve os óculos quebrados, além de estragos parciais em equipamentos e na bolsa que carrega material para a cobertura jornalística.

Com a ajuda de pessoas do local, o profissional foi protegido e conseguiu retornar em segurança para o prédio do Pioneiro. Casagrande está abalado e passa por avaliação médica, pois relata dores nas pernas e nos braços. Ele já fez registro de ocorrência policial. A jornalista que o acompanhava na cobertura, Ivanete Marzzaro, não estava próxima do fotógrafo e não foi agredida.

 Leia mais
Manifestantes bloqueiam posto no bairro Cinquentenário 

O Grupo RBS reforça que repudia toda e qualquer forma de violência dirigida a jornalistas em atividade profissional e reitera sua inconformidade com acontecimentos desse gênero. A empresa está tomando as medidas legais para proteger o profissional e garantir a apuração dos fatos.

O presidente da Associação Nacional dos Jornais (ANJ), Marcelo Rech, disse, em nota: 

— Essa agressão é um grave atentado à liberdade de imprensa e de manifestação. A Associação Nacional de Jornais espera que os responsáveis sejam identificados e punidos, de modo que tais fatos inadmissíveis não se repitam. A ANJ se solidariza com o fotógrafo Marcelo Casagrande e com o jornal Pioneiro, bem como a seus leitores, que tiveram seu direito à informação livre cerceado por essa agressão. 

 Leia também
Eventos e viagens de turismo são adiados na Serra Gaúcha
Grevistas fazem carreata próximo a posto de combustível em Caxias
Cresce adesão em mobilização de agricultores na Rota do Sol, em São Braz 

ores na Rota do Sol, em São Braz 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros