Falta de pediatras poderá se repetir no Postão 24h de Caxias do Sul - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Escala em aberto13/05/2018 | 16h13Atualizada em 13/05/2018 | 16h13

Falta de pediatras poderá se repetir no Postão 24h de Caxias do Sul

Secretaria depende da disponibilidade de médicos autônomos

Falta de pediatras poderá se repetir no Postão 24h de Caxias do Sul Porthus Junior / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Porthus Junior / Agência RBS / Agência RBS

A falta de pediatras no principal posto de saúde de Caxias do Sul poderá se repetir nas próximas semanas. A Secretaria Municipal de Saúde admite que não tem médicos contratados suficientes para completar a escala de horários e, assim, depende de profissionais autônomos que tenham disponibilidade para trabalhar nos horários vagos no Pronto-Atendimento 24 Horas (Postão). Neste domingo, Dia das Mães, nenhum profissional teria aceitado a proposta para trabalhar.

Leia mais:
Postão 24h de Caxias ficará sem pediatras neste domingo
Com três dos cinco médicos afastados com atestado, Postão opera no limite em Caxias
Estudo prevê criação de linha de ônibus que ligue o Postão e a UPA Zona Norte, em Caxias 

A secretária municipal da Saúde, Deysi Piovesan, aponta que há um pouco mais 80 horas em aberto para completar os plantões diários com dois pediatras disponíveis no Postão. Com base no contrato padrão de 20 horas de trabalho, seria necessária a contratação de mais quatro profissionais. A dificuldade é que os médicos aprovados no último concurso não demonstraram interesse no chamado da prefeitura e as vagas estão em aberto. A secretaria trabalha em conjunto com a Procuradoria-Geral do Município (PGM) para solucionar o impasse.

_ Até a semana passada, a nossa intenção era a contratação de uma pessoa jurídica (empresa terceirizada) em sistema emergencial. Ou seja, iríamos locar essas horas de pediatra para complementar a escala. Essa era nossa expectativa (de solução) até quinta-feira à noite. Só que a avaliação jurídica foi que isso poderia suscitar apontamentos do Tribunal de Contas e o governo avaliou que não valia correr esse risco. Restou buscarmos autônomos e conseguimos para o sábado à noite, mas, infelizmente, não conseguimos (para o domingo) por ser Dia das Mães — explica a titular da Saúde. 

Apesar do problema deste domingo, a secretária Deysi afirma que a falta de pediatras não deverá se repetir em breve, mas é uma situação que não está descartada.

_ Ainda há alguns dias em aberto, mas estamos encaminhando a tentativa de um contrato. A partir de segunda-feira, teremos dois pediatras por plantão. Temos essa semana para rever junto a PGM. Precisamos de alternativas dentro da legalidade — aponta Deysi.

A possibilidade de trazer médicos da Unidade Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte para atender no Postão está descartada. A alternativa foi levantada durante discussões internas nos últimos dias,  mas esbarra na questão legal.

— Foi uma das alternativas que pensamos, mas o Tribunal (de Contas) iria apontar — argumenta Deysi.

Neste domingo, as crianças que chegarem até o Postão e precisarem de atendimento serão, em um primeiro momento, acolhidas pela enfermagem e, em seguida, encaminhadas para a UPA Zona Norte. A Secretaria da Saúde orienta que a população procure diretamente a UPA, mas os pacientes que não tiverem como se deslocar até o local serão transferidos de carro ou ambulância do Postão até a outra unidade, no bairro Centenário.

— A facilidade é que hoje temos mais de um veículo de urgência, então nenhuma criança vai ficar sem assistência. O atendimento está garantido. 

A pediatria do Postão, que ficará indisponível durante todo o domingo, retoma os atendimentos com normalidade na manhã de segunda-feira.

Leia também:
No Twitter, prefeito de Caxias alfineta Justiça sobre valor da tarifa do transporte coletivo
Votação para o Conselho Municipal da Saúde de Caxias do Sul encerrou neste sábado
Cerca de mil cavalarianos participam de romaria em Caravaggio

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros