Empresa de Caxias do Sul é interditada por danos ambientais - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Metalúrgica18/05/2018 | 15h31Atualizada em 18/05/2018 | 15h31

Empresa de Caxias do Sul é interditada por danos ambientais

Galvânica terá de fazer adequações para ser autorizada a retomar atividades

Empresa de Caxias do Sul é interditada por danos ambientais Fepam/Divulgação
Conforme a Fepam, existem indícios de contaminação do solo e de que os efluentes industriais estavam indo para a rede pública de esgoto pluvial Foto: Fepam / Divulgação

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) interditou uma empresa de serviços de galvanoplastia no bairro Nossa Senhora de Lourdes, em Caxias do Sul. O nome do empreendimento não foi divulgado. Os motivos, conforme a Fepam, são a falta de condições do sistema de impermeabilização do piso da metalúrgica na área de banhos químicos e a ineficiência do tratamento dos efluentes industriais.

Segundo o chefe do Departamento de Fiscalização da Fundação, engenheiro químico Vagner Hoffmann, existem indícios de contaminação do solo e de que os efluentes industriais estavam indo para a rede pública de esgoto pluvial. De acordo com a Fepam, a empresa foi autuada e notificada para fazer as intervenções para cessar o dano ambiental.

As melhorias incluem refazer a área de impermeabilização dos banhos químicos e adequação da estação própria de tratamento de efluentes. Além disso, terá de fazer uma investigação do solo para avaliar o grau de contaminação e enviar relatórios técnicos à Fepam. 

A interdição segue até que a empresa comprove as adequações.

Leia também
Especialista sugere a realização de mutirões para diminuir fila para cirurgias em Caxias
Saiba quais são os caminhos para tornar o patrimônio histórico de Antônio Prado rentável  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros