Em oito anos, Serra concentra 12% de todos os acidentes no trânsito do Estado - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Violência nas estradas10/05/2018 | 15h30Atualizada em 10/05/2018 | 15h30

Em oito anos, Serra concentra 12% de todos os acidentes no trânsito do Estado

Segundo Detran, quase 52% das mortes na região ocorreram em rodovias estaduais

Em oito anos, Serra concentra 12% de todos os acidentes no trânsito do Estado Felipe Nyland/ Agência RBS/
RS-122 foi uma das vias que mais registraram acidentes nos últimos anos Foto: Felipe Nyland/ Agência RBS

A Serra Gaúcha concentrou 12% de todos os acidentes de trânsito registrados no Estado de 2010 a 2017, segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Os dados abrangem 68 municípios da região e foram apresentados na manhã desta quinta-feira (10) em uma audiência pública no Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG), em Caxias do Sul. O encontro integra o Plano Nacional de Redução de Mortes no Trânsito (Pnatrans), que pretende reduzir em 50% as mortes nas estradas do país nos próximos 10 anos.

Os dados apontam ainda que 51,9% dos acidentes com morte no período, na Serra, ocorreram em rodovias estaduais. As vias municipais vêm em seguida, com 29,5%, e as rodovias federais concentraram 16,7%. Ainda segundo o Detran, a colisão com outro veículo e o atropelamento são os acidentes que mais mataram na região, quase sempre provocados por falha humana. A maior parte das vítimas perdeu a vida em ocorrências registradas às sextas, sábados e domingos, principalmente à tarde e à noite.

O município com mais acidentes na região é Caxias do Sul, seguido de Farroupilha, Bento Gonçalves e Vacaria. Quanto às rodovias, a RS-122 e a RS-453 lideraram as ocorrências entre 2010 e 2017. Em Caxias, além das duas rodovias, a BR-116, as Perimetrais Norte e Oeste, a Rua Moreira César e a Rua Sinimbu também têm acidentalidade elevada.

A audiência pública em Caxias do Sul é a segunda de uma série de seis que serão realizadas pelo Conselho Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul. A primeira foi em Santo Ângelo. Além de apresentar dados e discutir soluções, a intenção dos encontros é coletar sugestões que serão encaminhadas ao Conselho Nacional de Trânsito. A partir dos dados, o órgão federal vai criar metas para o período de setembro de 2018 a setembro de 2019.

Leia também
Morador de rua é esfaqueado em Caxias 
1,1 mil alunos estão sem aula após furto de cabos de energia em Caxias 
Daer pretende cercar Rota do Sol e retirar lombada eletrônica em Itati  

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros