Ecoparque de Caxias será aberto ao público somente após construção de banheiros - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Sem previsão11/04/2018 | 08h14

Ecoparque de Caxias será aberto ao público somente após construção de banheiros

Sanitários estão em fase de orçamento e ainda será necessário licitar antes de começar as obras

Ecoparque de Caxias será aberto ao público somente após construção de banheiros André Fiedler/Agência RBS
Construção da área de lazer começou no fim de 2016 Foto: André Fiedler / Agência RBS

O Ecoparque, em Caxias do Sul, ainda não tem previsão para ser entregue ao público, apesar de estar em fase final de obras. A indefinição ocorre porque a inauguração do espaço vai ocorrer somente após a conclusão dos banheiros, que sequer começaram a ser construídos.

De acordo com Giovani Zappas, diretor-presidente do Samae, órgão responsável pela implantação da área de lazer, os projetos para os sanitários já foram concluídos e agora estão na fase de elaboração de orçamento. Após esta etapa ainda será necessário licitar a construção.

— A licitação será necessária porque o contrato atual não contempla os banheiros — explica Zappas.

Leia mais
Ecoparque, em Caxias do Sul, será entregue em 2018
Ecoparque, em Caxias, terá anfiteatro e área para contemplar pôr do sol

A parte interna do parque já havia sido concluída no fim do ano passado. O estacionamento e o cercamento também já estão praticamente prontos. Agora, as equipes se concentram na construção do acesso principal do complexo.

Conforme Zappas, a estimativa para a entrega era fevereiro deste ano, mas a empresa que realiza as obras solicitou a ampliação do contrato devido a questões técnicas.

O projeto do Ecoparque foi concebido em 2015 como uma área de lazer de 153 hectares, integrando o entorno do complexo Dal Bó com o Jardim Botânico de Caxias do Sul, que fica do outro lado da Rua Atílio Andreazza. A ligação dos dois espaços seria realizada por meio de uma passarela.

Com a crise econômica, porém, o projeto foi dividido em três etapas. A revitalização do Jardim Botânico e a construção da passarela não têm previsão de sair do papel. Já a etapa em andamento, cujas obras começaram no fim de 2016, foi revisada para reduzir o custo, inicialmente previsto em R$ 5 milhões.

A área de lazer terá pista de caminhada, ciclovia, academia da melhor idade e bancos, entre outros equipamentos. Demais atrações, como espaço pet, cascata e batistério foram retirados na revisão do projeto.

Em fase final de obras, Ecoparque, em Caxias, será aberto ao público somente após construção de banheiros
Nesta terça-feira (10), as obras se concentravam no acesso à área de lazerFoto: André Fiedler / Divulgação


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros