Calor prolongado aumenta proliferação do mosquito da dengue na Serra - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Aedes Aegypti30/04/2018 | 14h53Atualizada em 30/04/2018 | 14h53

Calor prolongado aumenta proliferação do mosquito da dengue na Serra

Já são 13 municípios infestados na região

Calor prolongado aumenta proliferação do mosquito da dengue na Serra Salmo Duarte/Agencia RBS
Em 2018, seis cidades entraram para a lista dos municípios da infestados pelo mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

Em 2018, seis cidades entraram para a lista dos municípios da infestados pelo mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus na Serra Gaúcha. São elas: Antônio Prado, Paraí, Nova Bassano, Nova Prata, Nova Petrópolis e Carlos Barbosa. Com isso, chegou a 13 o número de cidades com essa classificação na região. No ano passado, Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Farroupilha, Garibaldi, Guaporé, Veranópolis e Nova Araçá já eram considerados infestados pelo Aedes aegypti. 

Segundo a 5ª Coordenadoria Regional da Saúde (CRS), a condição de município infestado é aplicada quando são encontrados focos do mosquito da dengue fora de armadilhas, pontos estratégicos ou residências.  Conforme o coordenador da Vigilância Ambiental da 5ª CRS, Élvio Silveira, o calor aliado a períodos intercalados de sol e chuva é um dos principais motivos para a proliferação do Aedes aegypti.  

Ele destaca que historicamente o número de casos cresce neste período do ano na região, principalmente entre março e maio. Silveira aponta ainda o aumento da fiscalização nos municípios.  

Com a classificação de município infestado, a orientação da Coordenadoria Regional da Saúde é de que sejam vistoriadas 100% das casas no perímetro urbano dos municípios. A medida deve ser repetida a cada dois meses para controle do mosquito.  

Carlos Barbosa

A cidade que entrou mais recentemente nessa lista foi Carlos Barbosa. O município teve dois focos encontrados na última segunda-feira (23). A Secretaria Municipal da Saúde coletou cinco amostras com larvas suspeitas do mosquito transmissor da dengue em duas armadilhas localizadas no bairro Aparecida.

Ainda durante a última semana, foi realizada a delimitação do foco no entorno das armadilhas, além da vistoria de aproximadamente 900 imóveis. Durante a vistoria, mais 38 larvas foram coletadas e confirmadas como sendo do Aedes aegypti. 

Leia também
Turismo: veja dicas de lugares para visitar neste feriado em Caxias do Sul
Inscrições abertas para cursos gratuitos da Escola Pública de Trânsito de Caxias
Veja o que abre e o que fecha no feriadão do Dia do Trabalho em Caxias do Sul
Para onde Caxias cresce: vídeo de 20 segundos mostra a expansão da zona urbana   

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros