Memória: Isidoro Bigolin e o brinco de ouro  - Cidades - Pioneiro
 

Imigração italiana02/03/2018 | 07h30Atualizada em 02/03/2018 | 18h46

Memória: Isidoro Bigolin e o brinco de ouro 

Imigrante italiano ganhou o presente do padrinho na crisma e levou-o na orelha até falecer, em 1952

Memória: Isidoro Bigolin e o brinco de ouro  Acervo família Bigolin/divulgação
Década de 1930: o imigrante italiano Isidoro Bigolin (à esquerda) com parte dos filhos residentes na região de Erechim Foto: Acervo família Bigolin / divulgação

O 6º Encontro Internacional da Família Bigolin, neste sábado e domingo (3 e 4 de março), em Pinto Bandeira, servirá para aproximar parentes do Brasil e da Itália e recordar episódios curiosos que mesclam tradições dos dois países. Uma delas diz respeito ao famoso brinco de ouro que o imigrante Isidoro Bigolin usou até falecer, em 1952.

Conforme o padre Izidoro Bigolin, bisneto de Isidoro e um dos organizadores do encontro,  o bisavô ganhou o brinco do padrinho na cerimônia da crisma, ainda na Itália. Tanto que o menino ficou carinhosamente conhecido na família como “Isidoro Bigolin del reccin” (reccin significa brinco, em dialeto vêneto).

Histórias como essa vão nortear o filó deste sábado, a partir das 16h, na residência do senhor Antonio Bigolin, filho de Severino e neto de Isidoro. Haverá o descerramento de uma placa comemorativa e a reinauguração do museu temático "La Nostra Coccina" (A Nossa Cozinha) totalmente restaurado, onde estarão dispostos objetos, utensílios e fotos da família.

Leia mais:
Encontro da família Peruchin em Vacaria
Demolição da Vinícola Mosele em 1981
Cooperativa Vinícola São Victor nos anos 1950
Trajetória da família Zandomeneghi
Bênção da Igreja Matriz de Galópolis em 1947

Isidoro Bigolin e o brinco de ouro. Isidoro Bigolin del reccin. Isidoro Bigolon pouco antes de falecer, em 1952
Isidoro Bigolin e o famoso brinco de ouro, que usou até falecer, em 1952Foto: Acervo família Bigolin / divulgação
Isidoro Bigolin a cavalo no interior de Pinto Bandeira, na Serra gaúcha.
Isidoro Bigolin no interior de Pinto BandeiraFoto: Acervo família Bigolin / divulgação

Terra da Itália e do Brasil

No domingo, o destaque ficará por conta da missa bilíngue (em português e italiano), que será celebrada no Santuário de Pinto Bandeira, com a participação do Coral da Igreja Santo Antonio, de Bento Gonçalves.

Durante a celebração, dois punhados de terra trazidos das regiões norte e sul da Itália pelos descendentes convidados serão misturados em um mesmo recipiente com a terra brasileira, uma referência à imigração e às raízes da família. 

Posteriormente, essa mesma terra será usada no plantio de um pé de oliveira ao lado do museu temático, simbolizando mais uma semente para a perpetuação da história dos Bigolin.

Leia mais:
Armarinhos Caxias, na Av. Júlio, em 1955
Varejo do Eberle, um clássico do Centro
Bomboniére Maratá em 1943
Lembranças da antiga Joalheria Beretta
Ferragem Caxiense em 1947 

Museu ¿La Nostra Coccina¿, a Nossa Cozinha,que será inaugurado durante o encontro da Família Bigolin, em Pinto Bandeira.
Museu temático da família Bigolin preserva objetos dos primórdios da imigraçãoFoto: Acervo família Bigolin / divulgação
Museu ¿La Nostra Coccina¿, a Nossa Cozinha,que será inaugurado durante o encontro da Família Bigolin, em Pinto Bandeira.
Espaço será reinaugurado neste final de semana, em Pinto BandeiraFoto: Acervo família Bigolin / divulgação
Museu ¿La Nostra Coccina¿, a Nossa Cozinha,que será inaugurado durante o encontro da Família Bigolin, em Pinto Bandeira.
Objetos dos primórdios da imigração italiana integram o acervo do museuFoto: Acervo família Bigolin / divulgação
Louças e utensílios de cozinha formam a "La Nostra Coccina"Foto: Acervo família Bigolin / divulgação

O encontro

Um grupo de 30 italianos participará do encontro em Pinto Bandeira. Eles vêm de cidades de Nervesa Della Battaglia, Arcade, Volpago del Montello e Spresiano (no Vêneto, ao norte) e de Aprilia, Latina, Roma e Borgo Montello (Latina, ao sul).

Do Brasil são aguardados descendentes de cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Maranhão, Bahia e Minas Gerais.

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros