Memória: formatura de contadores do Carmo em 1948 - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Caxias antiga23/03/2018 | 07h30Atualizada em 23/03/2018 | 07h45

Memória: formatura de contadores do Carmo em 1948

Nos 70 anos do Pioneiro, recordamos de fatos marcantes lembrados pelos leitores do jornal. Nesta sexta, as histórias de seu Romeu Rossi

Memória: formatura de contadores do Carmo em 1948 Reprodução/Divulgação
Romeu Rossi (segundo à esquerda, em pé, na última fila) e o grupo de formandos de contabilidade do Carmo em 1948 Foto: Reprodução / Divulgação

Dando sequência às contribuições dos leitores sobre fatos marcantes do ano de 1948, quando o Pioneiro foi fundado, trazemos hoje o registro da formatura da Escola Técnica de Comércio de Caxias do Sul, junto ao Ginásio do Colégio Nossa Senhora do Carmo. Foi em 14 de dezembro daquele ano — cerca de um mês depois do surgimento do jornal. 

Pioneiro 70 anos: anúncios na estreia do jornal em 4 de novembro de 1948
Pioneiro 70 anos: de volta a 1952

O leitor Romeu Rossi, 87 anos, foi um dos formandos de 1948 e disponibilizou várias recordações dos tempos de estudante do Carmo. Entre elas, o convite original, com a lista de todos os "contadorandos", do paraninfo e dos professores homenageados, além do lema em latim: Erige monumentum aere perennius.

Por ordem alfabética constam os jovens Adelpho Lapolli, Aldo Martinato (orador), Armindo Rossi, Claudio Zandomeneghi, Dante Leonardelli, Darcy Tronquini, David Andreazza, Dinarte Prestes, Fidelcino Lemos, Guido Buzzatti, Helio Valle, Homero Soldatelli, Italo Viero, João Martinato, José Ponzi, José da Fonseca, Marcelino Pasqual, Milton Grossi, Olintho De Ross, Pacifico Scomazzon, Paulo Galvão, Plinio Canani, Raymundo Mondin, Romeu Rossi, Ruy Baldisserotto, Waldir Comerlato, Vacily Brambilla e Zayre Fávaro. 

Leia mais:
Formandos de Contabilidade do Carmo em 1965
Formatura do ginásio do Colégio Santo Antônio em 1966
Formandas da Escola Normal Duque de Caxias em 1957
A formatura das normalistas de 1964  

Foto: Acervo pessoal de Romeu Rossi / divulgação
Dando sequência às contribuições dos leitores sobre fatos marcantes do ano de 1948, quando o Pioneiro foi fundado, trazemos hoje o registro da formatura da Escola Técnica de Comércio de Caxias do Sul, junto ao Ginásio do Colégio Nossa Senhora do Carmo. Foi em 14 de dezembro daquele ano _ um mês depois do surgimento do jornal. O leitor Romeu Rossi, 87 anos, foi um dos formandos de 1948 e disponibilizou várias recordações dos tempos de estudante do Carmo. Entre elas, o convite original, com a lista de todos os ¿contadorandos, paraninfo e homenageados. Por ordem alfabética constam os jovens Adelpho Lapolli, Aldo Martinato (orador), Armindo Rossi, Claudio Zandomeneghi, Dante Leonardelli, Darcy Tronquini, David Andreazza, Dinarte Prestes, Fidelcino Lemos, Guido Buzzatti, Helio Valle, Homero Soldatelli, Italo Viero, João Martinato, José Ponzi, José da Fonseca, Marcelino Pasqual, Milton Grossi, Olintho De Ross, Pacifico Scomazzon, Paulo Galvão, Plinio Canani, Raymundo Mondin, Romeu Rossi, Ruy Baldisserotto, Waldir Comerlato, Vacily Brambilla e Zayre Fávaro. O programa de 70 anos atrás incluiu missa de ação de graças, bênção dos anéis na capela e entrega dos diplomas no salão nobre do colégio. A cerimônia teve como homenageados o inspetor Marcos Ribeiro, o irmão Maurício (diretor geral) e os professores Edmundo Pezzi, Vitor Corsetti, José Zugno, Isidoro Moretto, João Moura, Bertilo Wiltgen, Mário Ramos, Gilberto Hilário e Bernardino Hilário.
Foto: Reprodução / Agência RBS
Foto: Acervo pessoal de Romeu Rossi / divulgação
Foto: Acervo pessoal de Romeu Rossi / divulgação

A programação

O programa de 70 anos atrás incluiu missa de ação de graças, bênção dos anéis na capela e entrega dos diplomas no salão nobre do colégio. A cerimônia teve como homenageados o inspetor Marcos Ribeiro, o irmão Maurício (diretor geral) e os professores Edmundo Pezzi, Vitor Corsetti, José Zugno, Isidoro Moretto, João Moura, Bertilo Wiltgen, Mário Ramos, Gilberto Hilário e Bernardino Hilário. 

Na foto que abre a coluna, vemos Romeu Rossi (segundo à esquerda, em pé, na última fila) com boa parte dos colegas citados acima, o professor Edmundo Pezzi, o paraninfo e diretor, Irmão Francisco Alberto, e o também professor Isidoro Moretto. O registro é do Studio Geremia. Abaixo, seu Romeu na clássica foto de formatura, aqui pelas lentes do fotógrafo Ary Cavalcanti. 

Leia mais:
Formatura de datilografia do Ginásio São Carlos em 1945
Formatura do Magistério do Colégio São Carlos em 1965
Os 115 anos do Colégio São José
A cidade e o Colégio do Carmo pelo olhar do Irmão Bonifácio
Formatura das alunas-mestras do Colégio São José em 1936
Colégio La Salle, uma história de 80 anos
Calouros, bixos e lembranças de antigos vestibulares  

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL (16/03/2018). Fotografias da coleção de  Romeu Rossi. Memória Rodrigo Lopes.   (Roni Rigon/Pioneiro).
Romeu Rossi em 1948Foto: Reprodução / Divulgação

Convites preservados

Entre tantas recordações, seu Romeu guarda também o convite para o jantar realizado em 10 dezembro de 1948. O ágape foi realizado na sede social do Grêmio Atlético Eberle, na Rua Sinimbu, defronte à antiga metalúrgica. A noite reservou aos jovens formandos iguarias como maionese de lagosta, sopa ao creme, ravióli, frango assado com ervilhas, salada russa e leitão com farofa.

O acervo relativo ao ano de 1948 mantido por seu Romeu RossiFoto: Rodrigo Lopes / Acervo pessoal de Romeu Rossi, divulgação

Assinatura desde 1949

Cerca de um mês após a formatura, seu Romeu começava a assinar o então semanário "O Pioneiro", então dirigido pelo ex-professor Isidoro Moretto, pai do bispo Dom Paulo Moretto. Como o jornal recém havia sido fundado, em 4 de novembro de 1948, Moretto costumava propagandear a novidade em sala de aula, com os alunos e suas famílias. 

— Acho que fomos dos primeiros assinantes — comenta seu Romeu, assíduo até hoje. 

Romeu Rossi, assinante do Pioneiro desde 1949, e as lembranças da formatura no Carmo, em 1948Foto: Rodrigo Lopes / divulgação

Trajetória

Nascido em 1931, seu Romeu Rossi iniciou na Metalúrgica Abramo Eberle em 1945, aos 14 anos. Depois, graças à formação em contabilidade, foi o responsável por "mecanizar" os setores da empresa, atuando na folha de pagamento, nos arquivos de títulos, caixas, compras e seguros. Posteriormente, seguiu carreira como funcionário do Banco do Brasil e do Banco Nacional do Comércio.

Participe 

Você possui fotos antigas do ano de 1948, quando o Pioneiro foi fundado? Podem ser registros da cidade, famílias, esportes, trabalho, educação, lazer e cenas do cotidiano. As imagens devem ser enviadas em alta resolução, com nome e fone de contato, para o e-mail rodrigolopes33@gmail.com.

Leia mais:
Primário do Colégio do Carmo em 1949: um encontro 65 anos depois
Magistério da Escola Normal Duque de Caxias em 1951
Ginásio da Escola Normal Duque de Caxias em 1953 

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros